A artista Diana Policarpo é a grande vencedora do Prémio Novos Artistas Fundação EDP, foi ontem anunciado no MAAT e em comunicado de imprensa. Além da distinção dada a Diana, foi atribuída uma menção honrosa a Isabel Madureira Andrade. 

AnaMary Bilbao, Dealmeida Esilva, Diana Policarpo, Henrique Pavão, Isabel Madureira Andrade e Mónica de Miranda foram selecionados entre mais de 530 candidatos pelos curadores Inês Grosso, Sara Antónia Matos e João Silvério. 

O júri do prémio final compôs-se por António Mexia (Presidente da Fundação EDP), Andrea Lissoni (Curador Sénior da Tate Modern), Jochen Volz (Diretor-Geral da Pinoteca de São Paulo), Natxo Checa (Diretor Artístico da ZDB), Miguel Coutinho (Diretor-Geral da Fundação EDP) e José Manuel dos Santos (Diretor Cultural da Fundação EDP). Com um valor de 20 mil euros, o prémio atribuído a Diana Policarpo “destina-se a apoiar o trabalho de criação e investigação da artista e a internacionalização da sua carreira”, segundo o comunicado de imprensa. 

No mesmo comunicado é possível ler que o júri destacou a “coerência da pesquisa e do discurso” da artista Diana Policarpo, que apresentou a sua obra “numa inovadora instalação multimédia com grande valorização da componente sonora, criando um ambiente imersivo que assegura uma grande eficácia na relação do conceito idealizado que assegura uma grande eficácia na relação do conceito idealizado pela artista com a sua concretização no espaço”.

Já a menção honrosa atribuída a Isabel Madureira Andrade é justificada pelo “incentivo à mais jovem concorrente pela energia e técnica reveladas na sua pintura”. 

Diana Policarpo estudou música no Conservatório Nacional de Música de Lisboa e Artes Plásticas na Escola Superior de Arte e Design (ESAD). Depois de terminar a licenciatura tirou um mestrado em Artes Visuais pelo Goldsmiths College, em Londres. O seu trabalho já foi exposto individualmente em Portugal, na Alemanha e em Inglaterra, e em coletivo na Austrália, nos Estados Unidos e na Holanda. 

A exposição dos seis finalistas, com curadoria de Inês Grosso, Sara Antónia Matos e João Silvério, pode ser visitada até ao dia 9 de setembro na Central Tejo. Podes saber mais sobre os restantes finalistas e o Prémio Novos Artistas Fundação EDP, aqui

Texto de Carolina Franco
Fotografia de ©Pedro Pina

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.