O Centro Cultural de Belém exibe até dia 5 de setembro a exposição "Em Casa", dedicada à arquitetura contemporânea. "Em que casas habitamos? Como é que os arquitetos de hoje desenham as nossas moradas e como é que as noções de habitação se transformaram no tempo da última geração" são algumas das questões levantadas na exposição.

Concebida a partir do acervo do museu MAXXI em Roma, a exposição parte da pequena escala à grande dimensão da habitação coletiva. Abordando experiências complexas e híbridas que testemunham uma nova relação entre indivíduos e comunidades. "Em casa" tem como ponto de partida duetos de projetos, no qual será possível aceder a materiais de arquivo originais de arquitetos italianos em simultâneo com trabalhos de arquitetos contemporâneo, entre eles portugueses.

Imagem de apresentação da exposição

O diálogo constante entre obras de arquitetos de gerações passadas com gerações mais recentes evoca noções equivalentes, ainda que distantes no tempo, no que toca aos métodos usados. Desde o modo como se relacionam aos contextos em que surgiram, a complexidade dos espaços de habitação contemporâneos e o potencial da arquitetura para os reinventar constantemente é uma reflexão que surge ao longo da exibição.

Contando com a curadoria de Margherita Guccione, Pippo Ciorra e André Tavares e Sérgio Catumba, a exposição que se iniciou a 16 de abril estará disponível até ao mesmo de setembro.

Local: Garagem Sul, CCB;

Horário: das 10h00 às 18h00;

Preço: Bilhete 6 euros.

Fotografias retiradas do Facebook do CCB