Depois de estrear no Centro Cultural do Cartaxo, a mais recente criação da companhia Formiga Atómica tem apresentações agendadas em Bragança (23 de outubro), Portimão (6 de novembro) e Portalegre (16 de janeiro de 2021). A 3 de dezembro, o espetáculo chegará à Sala Garrett do Teatro Nacional D. Maria II, onde ficará em cena até dia 20 do mesmo mês.

Com texto de Inês Barahona e Miguel Fragata e encenação de Miguel Fragata, a peça de teatro parte do “tema das fake news, da fabricação da verdade, das tensões entre verdade e mentira, informação e desinformação, crenças individuais, coletivas e a nossa propensão para acreditarmos nos preconceitos que carregamos”, pode ler-se em comunicado. “Fake” pretende levar-nos a questionar o que acontece quando o teatro invade a realidade.

Este é um espetáculo integrado na Rede Eunice Ageas, projeto de circulação nacional de espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II.

Local: Teatro Municipal de Bragança, Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre e Teatro Municipal de Portimão
Fotografia de Pedro Macedo
"Fake" em digressão pelo país