Impedida de festejar na rua, devido à covid19, a comissão de festas da Senhora d’Agonia vai disponibilizar conteúdos digitais dos principais números da romaria.

Marcadas de 19 a 23 de agosto, as festas vão ser assinaladas na Internet, através das redes sociais, na rádio e televisão, e ainda através de conteúdos multimédia disponibilizados via QR Code. A plataforma digital aglomerará fotografias dos icónicos quadros da festa, do cortejo e ainda da preparação dos habituais tapetes de flores, permitindo descarregar tudo isto, a quem passa pelos pontos emblemáticos da cidade de Viana do Castelo.

“Mais do que em qualquer outro momento em perto de três séculos de história, a festa deste ano é para ser sentida. Sentir as Festas d’Agonia vai ser a principal mensagem que queremos transmitir. Será vivida com o mesmo sentimento, devoção e dedicação, mas à distância”, afirmou em comunicado o presidente da comissão de festas da Senhora d’Agonia, António Cruz.

Cada um dos momentos simbólicos destas festas será assinalado e sentido. Os QR Code serão colocados na Praça da República, para recriar a tradicional revista de gigantones e cabeçudos; no Passeio das Mordomas para o habitual Desfile da Mordomia; no Largo de São Domingos e na Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, para cortejo histórico etnográfico e o desfile ‘Vamos para o Festival’. De acordo com António Cruz, cada “um dos principais quadros das festas será assinalado através de um vídeo divulgado numa plataforma ‘online’ que será criada para assinalar a edição 2020”.

Ainda que em as festas ocorram digitalmente, o cartaz deste ano “voltará a ser marcado pela qualidade”. Este será apenas conhecido publicamente, em Viana do Castelo, a 10 de julho.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Fotografia disponível no site VianaFestas

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.