Começa no dia 18 de julho, e segue até ao dia 8 de agosto, a nova edição do Festival ZêzereArts - Música no Património, com direção artística de Brian MacKay e Luís Pacheco Cunha. Este ano regressa às cidades de Tomar, Batalha e Ferreira do Zêzere, com uma programação eclética que pretende conectar a tradição da música clássica com o património e as suas comunidades. 

Depois de um ano excepcionalmente deslocado para Évora, o festival que se dedica à música erudita regressa às origens. Haverá concertos, recitais, coro e a distinta ópera de Bellini, uma versão da história de Romeu e Julieta. Entre as localizações dos concertos estão o Convento de Cristo, em Tomar, o Mosteiro da Batalha e a vila de Dornes, e entre os autores das obras tocadas estão os compositores Mozart, Janácek, Strauss e outros. 

Pedro Caldeira Cabral, o Quarteto Lopes-Graça, a pianista Taísa Poliakova e a violoncelista Ophélie Gaillard estão entre os artistas da programação deste ano. Os artistas preparam, durante o mês de julho, Masterclasses para os Cursos de Verão ZêzereArts durante o mês de julho. Posteriormente, alunos e mestres tocarão juntos.

O Festival ZêzereArts é um festival anual que decorre ao longo de duas a três semanas nos fins de julho/início de agosto na região do Médio Tejo. Este ano celebra 11 anos de celebração da música clássica e de valorização do património. Podes saber mais sobre o festival, aqui

Fotografia disponível via

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.