Ao longo do próximo mês de agosto, a Figueira da Foz ganha um novo festival, o Figueira Jazz Fest, que na sua primeira edição apresenta um cartaz exclusivamente composto de artistas portugueses.

O festival arranca no próxima semana, a 7 de agosto, com um concerto que junta as cantoras Maria João e Maria Anadon que, acompanhadas por um quinteto de instrumentistas, irão revisitar os standards do jazz.

No dia 15, Nanã Sousa Dias, um dos mais reconhecidos saxofonistas portugueses celebrará 40 anos de carreira no palco, acompanhado por um sexteto e contando com alguns convidados especiais, como é o caso de Ricardo Toscano (saxofone alto) e Ricardo Branco (também no saxofone alto). O sexteto é composto pelo próprio Nanã Sousa Dias nos saxofones e no EWI, Manuel Rocha na guitarra, Óscar Graça no piano e teclados, Nuno Oliveira no contrabaixo e baixo eléctrico, Alexandre Alves na bateria e Ruca Rebordão nas percussões.

Já no dia 22, o projecto original Mano a Mano, que junta os guitarristas André Santos e Bruno Santos, convidam a cantora Rita Redshoes e o trio de Cordofones da Madeira (Jóni Araújo, Graciano Caldeira e Bruno Ponte).

Finalmente, a 29 de agosto, sobe ao palco o espectáculo Elas e o Jazz, com as cantoras Joana Machado, Mariana Norton e Marta Hugon, acompanhadas por João Pedro Coelho no piano, Romeu Tristão no contrabaixo e André Sousa Machado na bateria.

O Figueira Jazz Fest tem entradas gratuitas, limitadas às regras do condicionamento sanitário em vigor e às normas estabelecidas pela DGS (Direção Geral de Saúde) e Ministério da tutela. Será necessário o levantamento prévio de bilhete, limitado a dois por pessoa.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Bogomil Mihaylov via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.