A galeria Balcony inaugurou na última sexta-feira, dia 4 de dezembro, a exposição “Surender, Surender” de Nikolai Nekh, com curadoria de João Silvério. O projeto, que se insere no Museu da Gentrificação – a “estrutura para uma imaginação coletiva” que o artista desenvolve desde 2018 – pode ser visto até dia 19 de janeiro.

“Surender, Surender” mostra um conjunto de esculturas criadas a partir de objetos que Nekh tem vindo a recolher nas ruas de Lisboa. Estrados de camas, andaimes, cadeiras, suportes de loiça e letreiros, são exemplos de elementos do dia a dia que o artista usa para desenvolver novos mecanismos narrativos. Porque, como o próprio descreve, “as histórias sobre como as imagens são produzidas e a sua distribuição fazem parte da obra. Não trabalho com simbologia, trabalho com o índice e estes objetos são indícios da gentrificação”.

Local: Galeria Balcony, Lisboa
Horário: segunda a sexta-feira, entre as 14h e as 19h30
Preço: Entrada livre
Galeria Balcony inaugura "Surender, Surender" de Nikolai Nekh