Menina dos Medos e Magma Cellar (imagem em destaque), são os nomes das novas obras de arte que serão inauguradas este mês nas localidades de Sobral Fernando e Cunqueiros, (respetivamente), no concelho de Proença-a-Nova.

As peças, desenvolvidas pelo colectivo MAG- Marta Aguiar e Mariana Costa com Sofia Marques de Aguiar, estão integradas num roteiro de arte, denominado Experimenta Paisagem. O projeto surgiu a partir da iniciativa Cortiçada Art Fest, que foi desenvolvida em rede com os 3 municipios fundadores, Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, e financiada pela Direção-Geral das Artes.

“Desde 2019, criámos 2 roteiros de arte na paisagem, o roteiro de arte da Cortiçada e o roteiro nas Linhas de Água, em que as 5 obras de arte são parte de um projecto de transformação territorial a longo prazo, o Experimenta Paisagem.” explica Marta Aguiar, citada em nota de imprensa. (A iniciativa já tinha sido alvo de uma reportagem do Gerador, que podes ler aqui).

As duas novas obras marcam, assim, o lançamento do segundo roteiro de arte da região promovido pelo grupo, que ficará agora localizado nas “Linhas de água”.

A Menina dos Medos (foto abaixo) é uma obra figurativa em alumínio lacado a branco, colocado junto ao “escalão”, um penedo próximo das Portas de Almourão e da aldeia de Sobral Fernando. Já Magma Cellar é uma obra cónica de dois metros de altura revestida com peças de xisto piro-expandido e apoiada na ponte, lugar simbólico de encontro da aldeia (Cunqueiros) de casas e quelhas em xisto.

Menina dos Medos

João Lobo, presidente do Município de Proença-a-Nova, explica que a autarquia tem vindo a apostar no enriquecimento do Roteiro de Artes do concelho, e descreve a estratégia como “estruturante e fundamental” para desenvolver trabalho em rede com outros municípios do Pinhal Interior.

“A inauguração da Menina dos Medos e da Magma Cellar [agendadas para dia 5 e 19 de junho, respetivamente] são eventos locais preparados de forma exemplar de forma a cumprir todas as condições de segurança, em que o projecto Experimenta Paisagem converge com a intensa dinâmica das Associações locais - da Associação para o Desenvolvimento do Sobral Fernando e da Associação Cultural e Recreativa de Cunqueiros”, diz o autarca.

 “Neste contexto de pandemia, as duas inaugurações - ao ar livre e com inscrições limitadas  - são momentos urgentes de encontro, de participação e de celebração da iniciativa da sociedade civil“ refere Marta Aguiar. “Em cada inauguração, em Sobral Fernando e em Cunqueiros, a originalidade e a intensidade do programa espelha a realidade das vivências e das aspirações de cada comunidade, as dinâmicas próprias de cada Associação”, acrescenta a responsável.

Entre as duas inaugurações, o Experimenta Paisagem vai partilhar no site e nas redes sociais, histórias deste projecto que começou em 2019 com o Cortiçada Art Fest e que agora prepara a expansão para outros territórios. O programa inclui, além da cerimónia de inauguração, atividades culturais e outdoor durante os dois dias.

Texto por Sofia Craveiro
Fotografias cedidas pelo Experimenta Paisagem

Se queres ler mais reportagens sobre a cultura em Portugal clica aqui.