De 3 a 19 de setembro a Casa da Cultura de Beja recebe o XVI Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja. Para além das exposições, o festival conta os famosos concertos desenhados e ainda um mercado do livro.

As histórias aos quadradinhos voltam a Beja para mais uma edição para amantes de BD e curiosos. No dia 3 de setembro, pelas 21h, a Casa da Cultura inaugura o festival que este ano conta com 13 exposições, apresentação de projetos, o lançamento de livros, conferências, oficinas, revisão de portfólios, sessões de autógrafos, concertos desenhados recebendo ainda - nos dias 3, 4 e 5 de setembro -, todos os autores das exposições. Para quem quiser comprar livros, a tenda gigante do Mercado do Livro terá presente mais de 70 editores, lojas e muitas serigrafias e originais.

A 16ª edição do Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja traz a Beja as exposições de António Jorge Gonçalves, Bárbara Lopes, Bartolomé Seguí, Vincent Vanoli, Carlo Ambrosini, Ditirambos, que se apresentam com uma exposição coletiva, Jorge Magalhães, com Augusto Trigo, Baptista Mendes, Catherine Labey e Vitor Péon, Lele Vianello, Luís Louro, Nicolas Barral, e Shennawy, TokTok & Companhia, Toupeira - Há Movimento Debaixo da Terra e Umbra, também com uma exposição coletiva.

Cartaz de Susa Monteiro, retirado de Câmara Municipal de Beja

Local: Casa da Cultura;
Horário: 3 a 19 de setembro;
Bilhetes: Não aplicável.

Fotografia disponível via Unsplash