Amanhã é o primeiro dia do Festival IMINENTE, que acontece de 19 a 22 de setembro em Lisboa, depois de ter viajado até Londres, Xangai e Rio de Janeiro.

O Gerador está encarregue da curadoria de uma das talks do IMINENTE, intitulada “Jovens e a cultura: a nova geração sente-se representada na cultura?”. A conversa acontece já amanhã, 19 de setembro, no Palco Mezzanine pelas 17h.

A conversa parte de um dos resultados do estudo Barómetro Gerador Qmetrics, que revela que os jovens entre os 15 e os 24 anos se sentem pouco representados culturalmente. Para debater este tema e encontrar possíveis motivos e soluções, a talk conta com três convidados: DarkSunn, Luís Sousa Ferreira e Selma Uamusse.

DarkSunn é músico de hip-hop e um dos membros fundadores da Monster Jinx, um coletivo artístico e plataforma de edição e distribuição de música independente. Natural de Almada, as referências musicais de DarkSunn são extremamente variadas. Encontra inspiração nos primórdios do hip-hop, no jazz, na beatscene e, até, no funk.

Luís Sousa Ferreira é diretor do 23 milhas, um projeto cultural no Município de Ílhavo que explora várias áreas das artes tais como música, cinema, teatro, ilustração, design, arquitetura e dança. Luís é também diretor artístico do Bons Sons, um festival que transforma Cem Soldos, a sua aldeia natal, num palco dedicado ao talento nacional.

Por último, a cantora Selma Uamusse é natural de Moçambique mas cresceu em Portugal desde os 6 anos. No ano de 2018, lançou o seu disco de estreia, Mati. Antes deste marco na sua carreira a solo, Selma integrou os WrayGunn, de Paulo Furtado (The Legendary Tigerman), e participou em projetos como Throes+The Shine, Moullinex, Rodrigo Leão, Medeiros/Lucas, Joana Barra Vaz e Octa Push.

Vemo-nos lá? ;)

Fotografia de ©Natasha Cabral
O Iminente é parceiro do Gerador