O 4º IndieJúnior Allianz, Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto, já tem datas marcadas. Entre 28 de janeiro e 2 de fevereiro o Teatro Rivoli, a Biblioteca Municipal Almeida Garrett, a Casa das Artes e a Reitoria da Universidade do Porto abrem portas para mostrar cinema aos mais novos, subordinadas ao tema “viagens”.

Depois de pensar “o lugar”, tema da terceira edição do festival, “viagens” explora a ideia de transporte para outro lugar, seja a descobrir “novos caminhos”, a atravessar “aventuras num novo mundo”, ou a fazer ambos através da tela, sentados na cadeira da sala de cinema. Motivado pela ideia de viagem, o IndieJúnior Allianz está a preparar a exibição de alguns filmes de Norman McLaren, realizador do Canadá, para convidar os visitantes a uma “jornada transatlântica”.

As inscrições para integrar a programação, abertas em junho deste ano, já estão fechadas e contam 498 curtas, entre elas 434 produções internacionais e 64 portuguesas, e ainda 62 longas metragens. A três meses do festival, os programadores começam a analisar as propostas enviadas, para que o cartaz se comece a compor.

Como o festival não se faz apenas de escolhas graúdas, já começou mais uma edição do “Eu Programo um Festival de Cinema”. O projeto que resulta de uma parceria com o Programa Paralelo do Teatro Municipal do Porto-Rivoli começou no passado dia 10 de outubro e desta vez reúne quatro grupos de alunos de diferentes ciclos — do 1º ao secundário — do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (Porto), do Agrupamento de Escolas Carolina Michaelis (Porto), da Eb 2.3 de Vila D’Este (Vila Nova de Gaia) e da Escola Secundária de Almeida Garrett (Vila Nova de Gaia). Os workshops feitos com estas escolas são pensados também em parceria com o Instituo Politécnico do Cávado e do Ave e a Escola Artística de Soares dos Reis. 

Enquanto a programação não é desvendada podes recordar a conversa do Gerador com Irina Raimundo, a diretora, aqui.

Texto de Carolina Franco
Cartaz de Tomba Lobos

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.