Nos dias 27 de agosto, 3, 10 e 17 de setembro, Karma is Not a Fest ocupa a Mata do Fontelo, em Viseu, com 11 concertos, 1 cine-concerto, 4 criações artísticas, 4 conversas e 4 caminhadas. Com a garantia de que tudo decorre em segurança, há eventos ao vivo e outros online. 

Depois de se verem obrigados a cancelar os planos de quatro dia de programação seguidos, os organizadores do Karma is not a Fest repensaram a edição deste ano. Há concertos de Arianna Casellas, dia 27 de agosto às 18h30, Samuel Martins Coelho, no mesmo dia às 21h30 e HHY&The Macumbas às 22h00; Tiger Picnic a 3 de setembro às 18h30 e José Pedro Pinto às 21h30. Também no dia 3 às 21h30, Rodrigo Areias vai apresentar Surdina, uma “Tragicocomédia Minhota” com argumento de Valter Hugo Mãe musicada por Tó Trips. Os concertos continuam nos dias 10 e 17 de setembro com nomes como Unsafe Space Garden, Stereoboy, Dada Garbeck, Filipe Sambado e AURORA BRAVA. 

As conversas informais, que serão disponibilizadas online, partem de uma parceria com a “Iniciativa 232” e pretendem abordar experiências, desafios e sugestões que instituições, projetos e indivíduos pretendem tornar públicas. Já as caminhadas, que ao todo são quatro, consistem num desafio lançado ao público para este fazer um percurso no conforto de sua casa, imaginando a presença na Mata.

Haverá também espaço para a apresentação de quatro criações artísticas: Karma – a Fanzine do Carmo’81 pensada para os mais novos com “dez profissões possíveis na Mata do Fontelo”, uma criação musical de Sofia Moura (acordeão) e Remi Ballet (saxofone), uma peça musical de José Pedro Pinto e uma fotografia sonora de Marco Alexandre.

Todos os eventos online estarão disponíveis no site do Carmo’81. Podes saber mais sobre esta edição do Karma is not a Fest, aqui

Texto de Carolina Franco
Cartaz de Karma is Not a Fest

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.