Os músicos Lena d’Água, António Manuel Ribeiro, dos UHF, e DarkSunn, do coletivo Monster Jinx, saem do estúdio para falar sobre a indústria musical portuguesa no dia 15 de fevereiro, sábado pelas 18h, no Mercado das Torcatas.

Lena d’Água nasceu em Lisboa em 1956 e estreou-se como vocalista numa banda – os Beatnicks – em 1976. A sua discografia inclui discos como Sem Açúcar (1980), Perto de Ti (1982), Terra Prometida (1986), Aguaceiro (1987), As Canções do Século (1994), Carrossel (2014) e Desalmadamente (2019).  Editou um livro de poemas da sua juventude, A Mar Te (1984), e outro sobre o seu pai, José Águas o Meu Pai Herói (2011), estando agora a preparar a sua autobiografia.

António Manuel Ribeiro nasceu em Almada, em 1954, e é um músico, compositor, produtor musical, poeta e autor. Foi em 1978 que se tornou o fundador e líder da banda UHF, uma das maiores bandas de rock português, com uma discografia com quinze álbuns de estúdio e quase um milhão de discos vendidos. É autor publicado, com obras como Todas As Faces de Um Rosto (2002) ou O Momento a Seguir (2006), e textos em livros coletivos, prefácios e jornais.

DarkSunn é músico de hip-hop e um dos membros fundadores da Monster Jinx, um coletivo artístico e plataforma de edição e distribuição de música independente. Natural de Almada, as suas referências musicais são extremamente variadas. Encontra inspiração nos primórdios do hip-hop, no jazz, na beatscene e, até, no funk. Para conheceres melhor o seu estilo, ouve o EP Mint e o álbum Melange, e as suas contribuições para as ROXO ou Beatcamps.

No dia 15 de fevereiro, o Mercado das Torcatas recebe ainda uma sessão de cineterapia com o realizador Miguel Gonçalves Mendes e de biblioterapia com a escritora Joana Bértholo, e, até a estreia de um espetáculo de novo circo de Daniel Seabra. Vemo-nos lá? ;)

O Gerador está a dar uma mãozinha à Câmara Municipal de Almada nestes eventos
mercado-torcatas-gerador