De regresso aos palcos, Manel Cruz apresenta “Vida Nova” a 4 de novembro, no Teatro Maria Matos, em Lisboa. Nas duas sessões, às 18h30 e às 21h30, o músico vai fazer-se acompanhar por António Serginho (percussão, piano, xilofone), Eduardo Silva (baixo, voz) e Nico Tricot (piano), num espectáculo que tem como ponto de partida “Vida Nova”, mas também o repertório mais antigo, passando por inéditos e outros temas que nunca vão existir.

Os bilhetes custam 20 euros e estão à venda nos locais habituais, em ticketline.pt e na bilheteria do Teatro Maria Matos.

Dias antes, a 28 e 29 de outubro, é a vez do Teatro Sá da Bandeira, no Porto, receber, pelas 21h30, Manel Cruz e companhia. Inicialmente agendado para 2 de abril, este concerto foi adiado devido ao Estado de Emergência, em consequência do novo coronavirus. Os bilhetes adquiridos até à data não são válidos pelo que deverão ser obrigatoriamente trocados no respetivo local de compra até dia 25 de outubro.
Tendo havido necessidade de abrir uma sessão extra no dia 28 de outubro para cumprir as diretivas da DGS, Direção Geral da Saúde, no que respeita à lotação máxima permitida da sala, a troca dos bilhetes estará sempre sujeita à disponibilidade de lugares para a sessão do dia escolhido. Os bilhetes custam entre 12,50 euros e 20 euros.
 
Eleito um dos melhores álbuns de 2019 pela crítica, “Vida Nova” está disponível em CD/livro e vinil. Composto por 12 canções que não deixam ninguém indiferente, este álbum teve como singles “Ainda Não Acabei“, “Beija-Flor“, “Cães e Ossos” e “O Navio Dela“.

Texto de Isabel Marques
Imagem disponível via facebook Manel Cruz