Após ter lançado o primeiro álbum a solo “Dor”, no período de confinamento, Manuel Dordio apresenta-o agora ao vivo, dia 13 de outubro, às 22:00 horas, no Cinema Ideal, em Lisboa. O concerto será acompanhado por um filme de Joana Linda, realizado propositadamente para esta ocasião.

Editado com o apoio da Fundação de Solidariedade com a Cultura, GDA, em “Dor”, Manuel Dordio explora territórios sonoros íntimos e ambientais à guitarra. Com composição, guitarras, eletrónica e gravação de Manuel Dordio, a mistura e masterização do disco foram da responsabilidade de Pedro Faro, do Silver Donkey Studio.

Os bilhetes para o filme-concerto custam 8 euros e estão à venda no Cinema Ideal. O disco está à venda, ainda, em formato CD e digital, disponível no Bandcamp e demais plataformas.

Texto de Isabel Marques
Fotografia da cortesia da organização