fbpx
Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Mescla com Micro Audio Waves

A mescla desta semana, chega-nos pelas mãos de Micro Audio Waves

Texto de Gerador

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Foi com grande estrondo que os Micro Audio Waves se deram a conhecer na viragem do século e, desde logo, afirmaram ao que vinham: explorar o potencial futurista, minimalista e experimental da música electrónica.

Originalmente com Flak e C.Morg, estrearam-se com o exploratório disco homónimo, em 2002. Dois anos volvidos, com a entrada de Cláudia Efe na voz, mantêm os elementos experimentais, mas abrem-se à composição de temas mais próximos do formato clássico “canção”. “No Waves” (2004) é o álbum que consolida essa nova sonoridade.

Com o terceiro longa-duração “Odd Size Baggage”, em 2007, já com o groove de Francisco Rebelo no baixo, continuaram a cruzar territórios artísticos e estilos musicais. 2009 marca um salto quântico no percurso da banda com o abraço aberto dado a outras expressões artísticas. Em parceria com o coreógrafo Rui Horta - um dos nomes maiores da dança nacional - criam “Zoetrope”, um espectáculo multimédia sob a forma de concerto encenado, que é posteriormente editado em CD e DVD. É essa colaboração feliz que é agora retomada em “Glimmer”, que teve a sua estreia mundial em Aveiro, assim como a edição do disco, no dia 2 de Fevereiro, que terá uma ampla circulação por todo o país durante o ano de 2024.

Descobre no vídeo a seleção de 10 músicas de autores portugueses escolhidos pelos Micro Audio Waves

Publicidade

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura I – da Ideia ao Projeto

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Práticas de Escrita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Comunicação Digital: da estratégia à execução [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Pensamento Crítico [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

O Parlamento Europeu: funções, composição e desafios [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação à Língua Gestual Portuguesa [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online ou presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

1 ABRIL 2024

Abuso de poder no ensino superior em Portugal

As práticas de assédio moral e sexual são uma realidade conhecida dos estudantes, investigadores, docentes e quadros técnicos do ensino superior. Nos próximos meses lançamos a investigação Abuso de Poder no Ensino Superior, um trabalho jornalístico onde procuramos compreender as múltiplas dimensões de um problema estrutural.

8 DE ABRIL 2024

A pobreza em Portugal: entre números crescentes e realidades encobertas

Num cenário de inflação galopante, os salários baixos e a crise da habitação deixam a nu o cenário de fragilidade social em que vivem muitas pessoas no país. O número de indivíduos em situação de pobreza tem vindo a aumentar, mas o que nos dizem exatamente esses números sobre a realidade no país? Como se mede a pobreza e de que forma ela contribuiu para outros problemas, como a exclusão social?

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0