fbpx
Sexta-feira, 13 Março 2020

Meta conecta-se com a Europa através da linguagem mais universal, a música

Mariana Bragada, Meta, levou Mónada, o EP que lançou recentemente a seis cidades europeias diferentes. Entre 13 de fevereiro e 1 de março, lançou-se à viagem que lhe permitiu dar a ouvir a calma que sai da sua voz e da Loopstation, e potenciou a quem se cruzou consigo que se conectasse de alguma forma. 

A tour com Chau, responsável pelo seu agenciamento, e com o apoio da Fundação GDA passou pelo Sofar Sounds Manchester, Sofar Sounds London, Snotty Seaside em Estocolmo, Madame Claude em Berlim, Sofar Sounds em Madrid, e Bodega Saltó em Barcelona. Para Mariana, a possibilidade de partilhar a sua música fora do país é “tão importante quanto partilhá-la dentro”.

“Encontrei um público muito mais receptivo e pronto a ouvir do que o que esperava. Senti que as pessoas estavam dispostas a ouvir e a conectar com música que nunca ouviram sem nenhum preconceito, mas com curiosidade. Foi muito boa a interação e a recepção tão calorosa que recebi pelos países onde passei. Muito apoio, muitas mensagens de carinho e muita conexão”, conta Mariana. 

Mariana Bragada viajou pela Europa com a equipa da Chau, empresa em que está agenciada

Numa conversa que teve com o Gerador aquando do lançamento do EP, Mariana Bragada explicou que Mónada é um disco “para estares e ouvires com calma, estando dentro da música”. “Não é uma coisa de ouvir um bocado e voltar depois. Sinto que é algo que convoca a uma experiência mais imersiva”, completou na altura. 

Esta viagem pela Europa deixou marcas na sua memória, com todos os momentos marcantes que aconteceram “antes e depois dos concertos”. "Acho que um dos momentos mais especiais foi o concerto em Berlim, por várias razões. Tinha amigos portugueses a apoiar-me, tive a presença do FOQUE a cantar comigo 2 músicas, o público vibrou imenso e inclusive pediu mais músicas para tocar. Houve também um momento muito especial, em que uma rapariga veio falar comigo a chorar, depois do concerto, a dizer o quanto se tinha conectado”, conta. 

Meta usa a Loopsation como meio criador para a sua música 

"Criaram-se conexões muito bonitas através da música portuguesa e senti mesmo que a música tem a sua própria linguagem universal. Foi bom perceber que o público estava muito mais receptivo à música nova e emergente de outros países, muito mais do que o que nós esperámos”, explica. Mesmo com a língua portuguesa como convite à total imersão, a falta de compreensão não serviu de entrave. 

Depois de recolher memórias pela Europa, Meta segue para Setúbal para a primeira edição “Me and My Loopstation”, um festival dedicado a projetos que utilizem a Loopstation. Sobre a valorização da música criada a partir da Loopstation e dos seus autores, Mariana diz que sente que "em Portugal cada vez mais se está a integrar e a valorizar a música criada com a Loopstation" e que "esta primeira edição do Festival Me n' My Loopstation é prova disso". "É uma forma de criação mais experimental, sem dúvida, mas que cada vez mais se está a expandir e a criar novos horizontes”, conclui.

A tour europeia de Meta acabou em Barcelona

Podes recordar a entrevista que fizemos a Mariana Bragada a propósito de Mónada, aqui

Texto de Carolina Franco
Fotografias de cortesia de Mariana Bragada

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.

MAIS ARTIGOS DE Notícias

Destaque Últimas 6.Mai.2021

Galeria São Roque recebe 91 obras de 40 artistas portuguesas

Uma exposição com 91 obras de 40 artistas portuguesas de várias gerações, entre elas Lourdes Castro, Vieira da Silva, Paula Rego, Helena Almeida, e Sara Affonso, é inaugurada hoje, 6…

Destaque Últimas 6.Mai.2021

IndieJúnior 2021: este ano as escolas são as novas salas de cinema para os mais novos

Na impossibilidade de levar os mais novos às salas de cinema, num ano peculiar como 2021, a mais recente edição do IndieJúnior propõe que as escolas sejam os novos espaços…

Notícias 6.Mai.2021

Festival Mental: Aqui, a saúde mental é o pilar da programação

O Festival Mental está de regresso de 20 a 28 de maio de 2021 a Lisboa, concentrando todas as suas atividades em três espaços já marcantes da cidade e da história do…

Destaque Últimas 5.Mai.2021

1º Festival Literário de Lisboa: mais de 70 autores ocupam teatros, livrarias e ruas da cidade, de 5 a 9 de maio

Língua, Literatura, Livros, Livrarias e Leitura, são os 5 L's que anunciam o lançamento do Lisboa 5L - Festival Internacional de Literatura e Língua Portuguesa. A primeira edição, a decorrer de…

Notícias 5.Mai.2021

Bienal Internacional de Marionetas de Évora vai ser “de pernas para o ar”

A BIME - Bienal Internacional de Marionetas de Évora vai regressar entre 1 a 6 de Junho, em Évora, para aquela que já é a sua 15ª edição. “Esta é…

Notícias 5.Mai.2021

“Andorinhas”: Novo single de Ana Moura é “uma recusa das amarras do sucesso”

“As andorinhas não morrem, a Primavera nunca acaba e o renascer é uma constante”. É com este mote que Ana Moura revela o novo single, que marca uma viragem na…

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}
X
X
Partilhar
Copy link
Powered by Social Snap