É no dia 17 de dezembro que o disco de Natal dos irmãos e guitarristas André e Bruno Santos se faz ouvir. Com apresentação marcada no Teatro Villaret, em Lisboa, ouvem-se tradições, clássicos e originais.

Neste que é o quarto disco dos guitarristas de jazz, reúnem-se universos de guitarras, pedais e cordofones tradicionais da Madeira - onde nasceram e viveram durante um largo período de tempo - num disco destinado à época natalícia.

Além dos clássicos  Jingle Bells ou Have Yourself a Merry Little Christmas, André e Bruno criaram o seu próprio repertório natalício, criando uma composição original cada um.  

A capa do disco foi pensada com o intuito de não ter o nome. Segundo os irmão, o objetivo é " pôr o disco tocar e ser uma espécie de desembrulhar de prendas ao longo de cada tema", contam à Lusa.

Capa do CD

O álbum conta com músicas como Jingle Bells e Silent Night, duas músicas emblemáticas do repertório tradicional madeirense, Virgem do Parto, Meu Menino Jesus, e um inédito, Blues para o Pai Natal, criado por Bruno Santos no qual tocam instrumentos tradicionais madeirenses, como o rajão, o banjo e a braguinha.

As 12 faixas que compõem este disco estão envolvidas num postal de Natal e a contracapa permite personalizar.

O disco já se encontra disponível para venda através do bandcamp e das contas nas redes sociais do projeto dos artistas.

O Teatro Baltazar Dias, na Madeira, recebeu o concerto de Natal de Mano a Mano na passada quinta-feira em duas sessões. Já em Lisboa, o espetáculo de apresentação está marcado para dia 17 de dezembro, no Teatro Villaret, às 20h30.

Aos 20 anos, o guitarrista André Santos chegou a Lisboa vindo da Madeira, quando o irmão, Bruno Santos, também guitarrista, já era músico e professor de profissão. Cada um foi fazendo o seu percurso, contando discos, colaborações e concertos com nomes como Mário Laginha, Lena d’Água, Salvador Sobral ou Bernardo Sassetti.

Texto de Patrícia Silva
Fotografia de Joana Linda

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.