Para marcar o Dia da Europa, o Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal organizou um conjunto de atividades culturais e artísticas online.

O dia 9 de maio este ano chega aos cidadãos através da cultura com o projeto Rewind. São mais de 100 artistas, técnicos e cidadãos a colaborar em espaços físicos distintos para levar até às nossas casas um programa que conta com artes visuais/plásticas, música, leituras e depoimentos.

Este palco global, que tem como mote “Unidos pela diversidade”, tem estreia marcada às 14h00, com Leituras Livres e testemunhos de profissionais que nunca deixaram de trabalhar durante o período de quarentena no país. Segue-se a declamação, em 17 línguas europeias, das primeiras estrofes de “Os Lusíadas” e pelas 18h00 será inaugurada a exposição online criada pelo coletivo Mistaker Maker.

A exposição coletiva de 9 peças originais criadas por 9 artistas plásticos, surge em resposta “ao desafio lançado a um grupo de reconhecidos artistas portugueses, de criarem obras inéditas, no seu contexto particular de confinamento e com recursos naturalmente limitados”, lê-se no comunicado.

Nas palavras de Lara Seixo Rodrigues, responsável pela Mistaker Maker e curadora do projeto, as peças em exposição virtual “falam-nos de novos ciclos, de regressos, de recomeços e renascimentos, de velhos e novos tempos que se contam a diferentes velocidades”. Estas obras estarão ainda disponíveis para compra até ao encerramento da exposição, no dia 10 de junho, como forma de apoio à atividade artística.

O projeto conta ainda com programação musical a cargo da JVS Booking, com os músicos Bruno Pernadas, Selma Uamusse e Batida. Este último apresenta pelas 20h00 a Rádio Normal, “uma emissão especial… normal, de uma hora com música dos Países de Língua Oficial Portuguesa e cujo principal objectivo é aproximar a Rádio fisicamente de quem a ouve e tentar ser perfeitamente Normal”, explica o músico em comunicado.

Segundo o PE em Portugal, o projeto Rewind foi pensado como “uma outra resposta europeia ao COVID-19, através de exemplos concretos de valores que são caros à UE – colaboração, solidariedade, diversidade, diálogo – e que estão no cerne dos produtos culturais e artísticos que serão apresentados”.

A transmissão do programa será feita dos canais de Facebook, Instagram e Youtube do Parlamento Europeu em Portugal.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Cartaz do projeto Rewind

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.
Parlamento-europeu-rewind