A banda Os Quatro e Meia tem concerto agendado no dia 25 de junho de 2022, no Estádio Cidade de Coimbra, um dos maiores recintos do país. Os bilhetes para o maior espetáculo da carreira da banda já se encontram à venda.

Em 2013, desafiados por amigos, cinco rapazes com especial gosto pela música, juntaram-se para uma pequena prestação musical em Coimbra, no Teatro Académico Gil Vicente. Foi nessa noite que Os Quatro e Meia mostraram ao mundo de Coimbra, pela primeira vez, as suas 7 primeiras peças. Ao som de guitarra, contrabaixo, violino, acordeão, bandolim, percussão, e um mix de sonoridades que tanto os caracteriza, esgotaram seis espetáculos consecutivos, em nome próprio. Quase oito anos depois, Os Quatro e Meia anunciam o maior desafio das suas carreiras - um concerto agendado no Estádio Cidade de Coimbra no dia 25 de junho de 2022.

Com apenas dois álbuns de estúdio, Os Quatro e Meia são a banda que mais recordes de vendas tem atingido, esgotando todos os concertos em nome próprio, com entrada direta no TOP de vendas nacional e com a conquista de dois Galardões de Ouro com singles de ambos os discos. No Estádio Cidade de Coimbra, a banda vai contar com outros nomes conhecidos, amigos da banda, que se juntarão para uma tarde de verão cheia de boa música e atuações memoráveis. Segundo os membros da banda, "É um desafio colossal, mas o nosso percurso tem-nos trazido surpresa atrás de surpresa e faz-nos acreditar que, independentemente do número de espetadores que possamos juntar, será uma festa muito bonita, numa tarde de verão que tem tudo para ser inesquecível."

"O Tempo Vai Esperar" é o trabalho que a banda vai levar no dia 25 de julho, com a certeza de que haverá espaço para os grandes êxitos do primeiro álbum, "P'ra Frente é que é Lisboa", "Baile de São Simão" ou "Sentir o Sol". A abertura de portas está agendada para as 16h30 e os bilhetes já se encontram à venda em ticktetline.pt.
 


Texto de Patrícia Nogueira
Fotografia da cortesia de Os Quatro e Meia

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.