Estreia no dia 29 de outubro uma série pensada para pôr os espectadores no lugar de jovens com psoríase. Organizada pela PSOPortugal - Associação Portuguesa de Psoríase e com direção de Luís Filipe Borges, PSOFriends é uma sitcom que junta “6 doentes transformados em atores”. O objetivo principal, na verdade, é mostrar que ninguém está sozinho.

Bruno Leite, Helena Guia, Isabelle Couto, José Fernando Osório, Tatiana Ferreira e Vera Reverendo juntam-se na sua primeira experiência como atores e atrizes. Em comum têm o facto de serem jovens com psoríase, que vivem, pensam e sentem de forma individual, mas com alguns momentos coincidentes. 

De acordo com o comunicado de imprensa, PSOFriends é “uma série para todos”. Estreia simbolicamente no Dia Mundial da Psoríase, nas plataformas da PSOPortugal, e promete não deixar ninguém indiferente. 

“Uma série que retrata a força da amizade e a importância da empatia, que derruba mitos e preconceitos. E vai mesmo mais além, mostrando que ninguém está sozinho e que a aceitação existe, a dos outros e, acima de tudo, a de si próprio. Com leveza e descontração, PSOFriends irá ajudar a sociedade a perceber e a sentir que a psoríase não é contagiosa, não é descuido, não é desleixo”, refere Jaime Melancia, Presidente da PSOPortugal, no comunicado de imprensa. 

Acrescenta ainda que depois de realizarem o estudo «Psoríase: o impacto e a gestão da doença nos jovens em Portugal» perceberam que “por trás de tudo o que os doentes relatam a viva voz há uma solidão silenciosa que é preciso combater”. “E por isso criámos PSOFriends: para que todos saibam e sintam que ninguém está sozinho.”

Em Portugal, estima-se que existam 200 mil pessoas com psoríase. A PSOPortugal tem vindo, desde 2005, a defender os direitos das pessoas que sofrem desta doença inflamatória crónica. Sabe mais sobre a PSOPortugal, aqui

Fotografia disponível via Unsplash