fbpx

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Como fazer um grupo de teatro?

[fusion_text]A Rádio Gerador é a voz do Gerador. Todos os meses, na última noite do…

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

[fusion_text]A Rádio Gerador é a voz do Gerador. Todos os meses, na última noite do mês, emitimos um programa de rádio, resultado de uma conversa à mesa com convidados de honra.

Na edição deste mês conversámos com Jorge Pité, Co-Fundador do Teatradançando, Beatriz Brás, Co-fundadora dos Auéééu Teatro, Roger Paulo, Co-fundador da Umbigo Companhia de Teatro e Isabel Costa dos Possessos.[/fusion_text][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][imageframe lightbox="no" gallery_id="" lightbox_image="" style_type="none" hover_type="none" bordercolor="" bordersize="0px" borderradius="0" stylecolor="" align="none" link="" linktarget="_self" animation_type="0" animation_direction="down" animation_speed="0.1" animation_offset="" hide_on_mobile="no" class="" id=""] [/imageframe][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][fusion_text]

“Eu sou da opinião de que o teatro deveria ser obrigatório nas escolas, não só para formar actores, mas essencialmente para obrigar as pessoas a relacionarem-se com o público. Porque a vida hoje em dia é feita com públicos. Nesse sentido, o teatro dá uma vantagem fantástica para enfrentar esses mesmos públicos.”

“O nascimento e o crescimento de um grupo dependem, muitas vezes, de um líder. Nós temos vários exemplos de grupos que surgiram que se não fossem os líderes, os grupos já não existiam.”

“O espetáculo tem duas partes essenciais: uma é quem produz o espetáculo, quem o apresenta, e a outra parte é quem aparece para ver esse espetáculo.”

Jorge Pité, Co-fundador do Teatradançando

[/fusion_text][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][imageframe lightbox="no" gallery_id="" lightbox_image="" style_type="none" hover_type="none" bordercolor="" bordersize="0px" borderradius="0" stylecolor="" align="none" link="" linktarget="_self" animation_type="0" animation_direction="down" animation_speed="0.1" animation_offset="" hide_on_mobile="no" class="" id=""] [/imageframe][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][fusion_text]

“O teatro tem evoluído nesse sentido, de não haver só história com princípio meio e fim.”

“O teatro tem esse poder [de mudar e influenciar a vida das pessoas], mas não sei se tem essa função, ou esse objectivo. É uma reflexão que pode ou não ter consequências naquele que vê.”

“Não penso assim o teatro, não penso “queria muito fazer quele texto ou aquela personagem”. Penso de outra maneira: “o que é que estamos aqui a dizer e o que é que nos interessa pensar?””

Beatriz Brás, Co-fundadora dos Auéééu Teatro

[/fusion_text][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][imageframe lightbox="no" gallery_id="" lightbox_image="" style_type="none" hover_type="none" bordercolor="" bordersize="0px" borderradius="0" stylecolor="" align="none" link="" linktarget="_self" animation_type="0" animation_direction="down" animation_speed="0.1" animation_offset="" hide_on_mobile="no" class="" id=""] [/imageframe][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][fusion_text]

“Hoje em dia acho que nos multiplicamos tanto em tantas coisas. A companhia em si é muito mais do que só fazer teatro ou dança. Nós temos os protocolos, as parcerias, as outras partes chatas que também contam e isso também tem de ser feito. Os actores também passaram a escrever, também passaram a encenar. Os encenadores também passaram a representar.”

“O teatro já não é só um veículo para contar histórias. É jogar, às vezes com os sentidos. É cada vez mais um jogo de exploração de outras coisas. É dar e receber também. Também outras artes começaram de uma forma e evoluíram noutros sentidos.”

“[Depois dos espetáculos] tenho algum feedback de coisas que as crianças se começaram a preocupar, ou certos assuntos de que não falavam até então e a partir daí começaram a focá-los ou a dar-lhes alguma importância.”

Roger Paulo, Co-fundador da Umbigo Companhia de Teatro

[/fusion_text][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][imageframe lightbox="no" gallery_id="" lightbox_image="" style_type="none" hover_type="none" bordercolor="" bordersize="0px" borderradius="0" stylecolor="" align="none" link="" linktarget="_self" animation_type="0" animation_direction="down" animation_speed="0.1" animation_offset="" hide_on_mobile="no" class="" id=""] [/imageframe][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][fusion_text]

“Acho que cada vez mais os grupos se interessam por construir um trabalho a começar por coisas completamente diferentes.”

“Em todos os tempos há quebras de grandes narrativas e vão aparecendo outras. De facto, há aqui uma grande mudança e tem havido muito interesse da parte do espectador, de ir à procura de uma experiência e de participar no espetáculo. A performance veio abanar a lógica do teatro e o teatro influenciou-se muito.”

“[Acho que existe] uma resistência total às condições que temos, à maneira como podemos fazer, como financiamos os nossos projectos e a vontade que as pessoas têm de fazer é inacreditável.”

Isabel Costa, dos Possessos

[/fusion_text][separator style_type="none" top_margin="" bottom_margin="" sep_color="" border_size="" icon="" icon_circle="" icon_circle_color="" width="" alignment="" class="" id=""][fusion_text]

Convidados desta conversa:
Jorge Pité, Co-Fundador do Teatradançando
Beatriz Brás, Co-fundadora dos Auéééu Teatro
Roger Paulo, Co-fundador da Umbigo Companhia de Teatro
Isabel Costa dos Possessos

Locutor - Pedro Saavedra
Captação de Som - Jorge Cabanelas
Sonoplastia - Rui Miguel/Dizplay
Fotografia - Beatriz Sequeira

[/fusion_text]

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

1 Janeiro 2018

Como visitar um museu?

22 Dezembro 2017

Modernista Tradicionalista – Capítulo 10

10 Novembro 2017

Modernista Tradicionalista – Capítulo 9

31 Outubro 2017

O que é um prato típico?

25 Outubro 2017

Modernista Tradicionalista – Capítulo 8

30 Setembro 2017

Como fazer uma boa canção?

26 Setembro 2017

Modernista Tradicionalista – Capítulo 7

31 Julho 2017

O que faz rir?

24 Julho 2017

Modernista Tradicionalista – Capítulo 6

12 Julho 2017

Modernista Tradicionalista – Capítulo 5

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Financiamento de Estruturas e Projetos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Escrita para intérpretes e criadores [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura II – Redação de candidaturas [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Criação e manutenção de Associações Culturais (online)

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

22 Julho 2024

A nuvem cinzenta dos crimes de ódio

Apesar do aumento das denúncias de crimes motivados por ódio, o número de acusações mantém-se baixo. A maioria dos casos são arquivados, mas a avaliação do contexto torna-se difícil face à dispersão de informação. A realidade dos crimes está envolta numa nuvem cinzenta. Nesta série escrutinamos o que está em causa no enquadramento jurídico dos crimes de ódio e quais os contextos que ajudam a explicar o aumento das queixas.

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0