O Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) vai apresentar, em estreia absoluta e em coprodução com o Imaginarius – Festival Internacional de Artes de Rua, o espetáculo "Variações", que propõe renovar o conceito de apresentação em tenda de circo em Portugal. As exibições acontecem, em Santa Maria da Feira, nos dias 9, 10 e 11 setembro e no dia 16 do mesmo mês, em Arcozelo, no âmbito do Cupula Circus Village Festival.  

Idealizada por Bruno Machado e Juliana Moura, esta é "uma obra de carácter experimental e multidisciplinar que interliga o circo contemporâneo à dança contemporânea e ao teatro, mas também a outras experiências psíquicas da mente humana", pode ler-se no comunicado enviado à redação do Gerador. Para a criação de "Variações" foram utilizadas terapias alternativas, como a acupunctura e técnicas ancestrais de meditação, trance e hipnose.

A dramaturgia de "Variações" tem por base cinco sonhos recorrentes dos próprios intérpretes. "Esses universos unem-se a uma consciência coletiva que foi construída durante o processo de criação", é dito. A narrativa que atravessa a dramaturgia e une esses universos é inspirada na viagem de Dante n'A Divina Comédia. "O  Purgatório é o nosso espaço cénico, onde cada um dos personagens vem contar a sua  história; exceto ela, a acompanhante de todos os viajantes."

Local: Imaginarius – Festival Internacional de Artes de Rua, em Santa Maria da Feira, e no Cupula Circus Village Festival, em Arcozelo
Horário: dias 9 (21h), 10 (22h) e 11 de setembro (11h, 16h, 22h), em Santa Maria da Feira, e dia 16 de setembro (18h), em Arcozelo,
Preço:Entrada gratuita (lotação limitada e inscrição obrigatória,  através do preenchimento de formulário)
Fotografia de ©Mariana Vasconcelos

 

Variações