Jorge Silva Melo e os Artistas Unidos entregam-se à escrita elegante de Noël Coward, um dos dramaturgos mais representados no mundo anglo-saxónico durante as décadas de 20 e 30. Nos dias 21 2 22 de março, a peça estará em cena no Teatro Viriato, em Viseu.

Vidas Íntimas, obra escrita em três dias, foi o maior sucesso da carreira do autor e marcou o auge da sua carreira. Comédia clássica, sofisticada, narra as vicissitudes do casamento e do divórcio, numa análise cínica e aparentemente descomprometida das relações. A indulgência, a fantasia e a decadência misturam-se para criar a autoimagem psicológica de um casal elegante e moderno.

Tal como refere Philip Hoare, biógrafo do dramaturgo, “apesar de todo o brilhantismo cómico, Coward pode ter sido um dos maiores trágicos da sua época”. Até porque Vidas Íntimas é “um divertimento sombrio” que “faz-nos rir tanto que nos esquecemos de chorar”.

Consulta a nossa agenda aqui.

Texto de Rita Dias
Fotografia de Jorge Gonçalves

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.