Estão abertas desde o dia 11 de maio as inscrições para o  YMOTION - Festival de Cinema Jovem de Famalicão, que decorre entre 2 e 7 de novembro. Desde o dia 12 de maio, e até ao dia 22, está a acontecer um ciclo formativo online nas páginas de Facebook da Juventude de Famalicão e do YMOTION. O Gerador conversou com Sofia Fernandes, vereadora da Juventude de Famalicão, para saber de que forma se está o festival a adaptar a uma realidade alterada para todo o cinema.

No comunicado enviado à imprensa lia-se que “a Câmara Municipal de Famalicão compromete-se a realizar este evento, mesmo que, por razões de saúde pública, não seja possível abrir as salas ao público” e que “ao todo serão oito os prémios atribuídos pelo festival”, com destaque para o Grande Prémio Joaquim de Almeida, no valor de 2500€, que será atribuído à melhor curta a concurso. Ao Gerador, a vereadora explica que é pelas dificuldades atravessadas no cinema que não querem “adiar este festival”.

“Não queremos que este seja um ano zero para o YMOTION. O município está ativamente a trabalhar para exibir e premiar curtas-metragens. Ao todo vamos atribuir prémios no valor monetário de 5700€, o que pode ajudar muitos jovens a não desistir e a continuar a trabalhar”, sustenta Sofia Fernandes.

Sendo este um festival dedicado ao cinema jovem, o apoio do município dirige-se a jovens cineastas. “O nosso grande compromisso é continuar a apoiar os jovens que trabalhem em cinema e os jovens realizadores. Acreditamos que este estímulo não deve ceder perante uma pandemia e, caso seja necessário faremos uma edição online, par poder continuar a exibir e a premiar o cinema jovem português”. 

Sobre a possível passagem para o online, a vereadora da Juventude de Famalicão diz que “é claro que no online o ambiente de festival e de festa que tanto caracteriza o YMOTION se pode perder um pouco”, mas ainda assim acham “que a atividade cinematográfica deve continuar”. “É um ato de resistência”, defende.

A relação com a comunidade foi sendo crescente ao longo das cinco edições do YMOTION, graças a escolas, parceiros e finalmente a um público que se nota mais abrangente de ano para ano. Sobre a possibilidade de se quebrar essa relação na passagem para o online, a vereadora diz que “antes pelo contrário”. “Se isto acontecer não será por opção, mas sim por força das circunstâncias. Agora, a nossa opção é manter esta iniciativa e não adiar mais as expectativas e trabalho de um sector que se encontra neste momento muito fragilizado”.

Até que chegue novembro, muito pode acontecer, e é já esta semana que está a decorrer o ciclo online que acompanha a abertura das inscrições, que podem ser feitas até ao dia 6 de outubro - e cujo regulamento podes consultar aqui. O ciclo formativo, composto por 5 workshops, passa por temas como a escrita para argumentos de cinema, acting para televisão e cinema, a realização de cinema e direção de atores, o momento do novo cinema português na Europa e “até as questões legais relacionadas com o cinema”. Além do comissário do festival, Rui Pedro Tendinha, os workshops contam com convidados como a atriz Mariana Monteiro, a realizadora Leonor Teles e o realizador Pedro Cabeleira. 

Para acompanhar este ciclo, que decorre até ao dia 22, na próxima semana, basta acederes a um dos links disponíveis nesta página. Sobre o YMOTION podes saber mais aqui

Texto de Carolina Franco
Imagem da cortesia de YMOTION
Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.