De 4 a 6 de junho, o Altice Forum Braga recebe a segunda edição do Festival de Música d’Ponte. O evento gratuito, integrado na programação da Braga 2021 – Capital da Cultura do Eixo Atlântico, é uma iniciativa do Município de Braga e de artistas bracarenses que permitirá unir culturas, gentes e artes.

Este ano o evento é chamado a cumprir o seu papel fundamental de iluminar a realidade, encorajar a seguir a pluralidade através das várias plataformas artísticas e direcionar a arte como expressão da humanidade. Neste sentido, o festival reúne nomes do mundo da música e do teatro, enfatizando a ligação luso-galaica e abrindo a edição com uma das referências do Jazz Ibérico, Abe Rábade com a Orquestra de Jazz de Espinho, a reconhecida pianista Isabel Dobarro, dirigida por Filipe Cunha, e o recital intitulado “O coração cortado às tiras…”. O programa inclui ainda o recital intitulado “O coração cortado às tiras…” que nasceu do propósito de juntar Galiza e o Minho.

Neste seguimento, a cidade bracarense recebe Sofia Escobar, vencedora de galardão de Melhor Atriz de Teatro Musical em Inglaterra, com o guitarrista Eudoro Grade e a Orquestra Portuguesa de Guitarras e Bandolins, numa procura de fundir vários estilos recriados a partir dos cordofones tão característicos desta região. Fechando este ciclo dedilhado haverá o Kythar 12.6, com Miguel Amaral & Pedro Rodrigues. Podes consultar a programação na íntegra aqui.

Ao Correio do Minho, Lídia Dias, Vereadora da Cultura, salientou que o festival quer afirmar-se como “um evento de excelência” no meio cultural. Assim sendo, “desafiamos os bracarenses a participar ativamente neste festival que promove o intercâmbio luso-galaico e celebra a cooperação dos municípios do Eixo Atlântico através da arte", reforçou.

Local: Altice Fórum Braga;
Horário: Varia conforme a programação;
Preço: Gratuito.
Fotografia disponível via Pexels