Uma convocatória para apresentação de candidaturas que visam a promoção e desenvolvimento do património cultural, apoios internacionais para museus e produtores, assim como um apoio extraordinário para artistas e profissionais da cultura, cujo o trabalho foi impactado pela pandemia de covid-19, são algumas das iniciativas a que te podes candidatar.

Região Centro: aviso para apresentação de candidaturas para a promoção e desenvolvimento do património cultural
O objetivo específico deste concurso consiste, nos termos do artigo 113.º do RESEUR, em conceder apoios financeiros aos investimentos que visem promover a conservação e valorização do património cultural, enquanto instrumento de sustentabilidade dos territórios designadamente através da sua valorização turística (Prioridade de Investimento (PI) 6.3/6c).

Pretende-se aumentar a atratividade da Região e a sua dinamização económica, tornando-a num destino turístico de excelência, com vista à diminuição de assimetrias e ao reforço da coesão territorial, por via da resolução de fragilidades ao nível dos riscos de degradação do património classificado, herança de importância assinalável em termos nacionais e internacionais, e com forte caráter identitário, bem como a sua salvaguarda e promoção. O planeamento e execução das intervenções em termos de acessibilidades requer a integração de requisitos que salvaguardem as necessidades específicas de pessoas com mobilidade condicionada.

Neste sentido, deverá ser assegurado, o total cumprimento dos requisitos de acessibilidades nos seus diferentes domínios, (físico, sensorial, cognitivo e de comunicação), respeitando todos os diplomas, normas que regulamentam estas matérias e conhecimento técnico existente, devendo também incentivar à introdução de soluções que, embora não estando definidas no enquadramento jurídico obrigatório atualmente em vigor, configurem melhorias significativas em termos de acessibilidades físicas, comunicacionais e de informação. Este princípio deve ser aplicado em todas as componentes das operações financiadas, designadamente intervenções físicas, equipamentos adquiridos ou requalificados, meios digitais, meios multimédia, materiais e conteúdos, entre outros.

São entidades beneficiárias os Municípios, as Comunidades Intermunicipais, a Direção Geral do Património Cultural, a Direção Regional da Cultura do Centro, ou outras entidades promotoras de projetos identificados no Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial, desde que previstas no artigo 115.º do RESEUR e, se aplicável, no cumprimento do previsto na alínea f) daquele artigo (Entidades privadas sem fins lucrativos, agentes culturais e organizações não governamentais da área do ambiente e proteção da natureza (ONGA), mediante protocolo ou outras formas de cooperação com as entidades referidas anteriormente). São suscetíveis de apoio no âmbito do presente Aviso de Concurso, desde que enquadradas no exercício de planeamento do património cultural denominado de “mapeamento”, fixado segundo os procedimentos estabelecidos mediante deliberação da CIC Portugal 2020.

O prazo para apresentação de candidaturas decorre entre o dia útil seguinte à data da publicação do presente aviso e as 17:59:59 horas do dia 30/04/2021.

Apoios a museus através do NEMO – Network of European Museums Organizations
Há uma vasta gama de possibilidades de financiamento da UE disponíveis para museus na Europa. Os diferentes programas de financiamento apoiam museus do nível local ao internacional – seja como grandes consórcios transfronteiriços ou para atividades específicas. O NEMO ajuda os museus a navegar através do labirinto de financiamento da UE.  O Creative Europe Desk Culture DE publicou uma introdução preliminar útil de 13 programas da UE e suas oportunidades de financiamento para o Setor Cultural e Criativo. O Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 ainda está a ser finalizado, por isso o objetivo principal desta visão geral é oferecer uma ideia inicial das oportunidades futuras das várias vertentes de financiamento. Sabe mais aqui.

Balleteatro procura artistas emergentes
O Balleteatro do Porto está à procura de projetos performativos de jovens criadores de duração curta e formato portátil, nas áreas da dança, teatro ou performance. O Projeções – Ciclo de Performances de Artistas Emergentes do Balleteatro já abriu as candidaturas para 2021. Até 30 de março é possível apresentar projetos performativos. O objetivo da chamada à apresentação de trabalhos é apoiar artistas na criação e produção de “obras de pequeno formato e com alguma portabilidade”, explica a instituição do Porto. O Balleteatro vai privilegiar propostas “que possam gerar novas visões ou novas problemáticas sobre a dança, o teatro, o corpo ou a performance“, lê-se no regulamento. Já os trabalhos a concurso “podem apresentar-se em forma de ‘estudo’, performance, coreografia, peça, solo, monólogo ou trabalho de grupo”, não podendo exceder os 10 minutos de duração. A apresentação pública dos trabalhos selecionados terá lugar no Coliseu Porto Ageas, no dia 19 de maio.

Apoio extraordinário aos artistas
Já está disponível o apoio extraordinário aos artistas, autores, técnicos e outros profissionais da cultura. Aqui fica o Formulário D.

EFP procura os produtores internacionais mais promissores da Europa
O programa de networking da EFP, PRODUCERS ON THE MOVE, acontecerá de 17 a 21 de maio de 2021, independente do Festival de Cannes, que foi adiado para julho. Mais uma vez a EFP pensa executar o programa PRODUCERS ON THE MOVE on-line de 17 a 21 de maio nas datas originais de Cannes de 2021. Além disso, o VETist organizará uma programação de 2 para os produtores em movimento que podem participar do Festival de Cannes em julho. Caso o Festival ocorra no local, o VET executará a programação com todos os produtores presentes fisicamente. Este cenário será confirmado no início de maio. Vet está neste momento à procura de produtores que tenham completado pelo menos uma coprodução internacional, mas não mais de três. Os candidatos interessados precisam entrar em contato com o instituto membro da EFP do país em que o produtor está sediado.

O programa de cinco dias visa conectar produtores empreendedores com potenciais parceiros de coprodução e fortalecer suas redes internacionais do setor. O programa, físico ou online, é sustentado por uma campanha de promoção e imprensa, criando visibilidade internacional e oportunidades para os produtores. A EFP iniciou os produtores em movimento há 22 anos. Muitos dos produtores selecionados tornaram-se atores da indústria internacional. Os seus trabalhos são exibidos em festivais ao redor do mundo, ganharam prêmios, incluindo até Oscars. Os produtores em movimento são apoiados financeiramente pelo Programa Europa Criativa – MEDIA da União Europeia e pelos institutos nacionais de cinema participantes, as organizações membros da EFP.

Incubator 2021: open call para novos projetos
Incubator 2021 é um dos principais programas de capacitação. Apoia profissionais de nível médio a superior de centros culturais e outras organizações culturais que desejam desenvolver um projeto de cooperação europeu. Call for Applications completa incluindo calendário do programa, informações financeiras e muito mais. A incubadora visa fortalecer centros culturais individuais (especialmente os membros e membros de membros), e incentivá-los a considerar um nível de trabalho europeu. É também um laboratório de inovação e cooperação transversal na rede, para a construção da comunidade de aprendizagem do ENCC em geral.

Este ano, selecionarão 9 projetos para apoiar. Os membros do ENCC são os principais alvos do programa, mas não em exclusivo. Também existem algumas vagas para não-membros participarem. Os custos de formação são cobertos para os participantes não-membros, embora eles tenham que pagar uma pequena taxa de participação se forem selecionados, e serão responsáveis pelos custos de viagem. Se não és membro do ENCC, seu projeto terá mais chances de ser apoiado se estiver relacionado a um dos seguintes tópicos: Diversidade, igualdade, inclusão na cultura e nas organizações culturais; Cultura não urbana; Criando uma rede cultural (local, regional ou nacional); Centros culturais. O que inclui o programa? Primeiro feedback e mentoria no projeto; Um retiro intensivo de consultoria de 3 dias, com sessões um-a-um com um especialista em projetos de cooperação internacional, mas também palestras, debates, sessões peer-to-peer e visitas de estudo. Quando é o evento principal? O retiro de consultoria incubadora, que é um workshop intensivo com suporte personalizado, está programado para acontecer em Las Palmas de Gran Canaria (Espanha), nos dias 23 e 25 de junho de 2021.

Envia a tua proposta para “driving the human”
De 10 de fevereiro a 9 de abril de 2021, o Driving the Human convida designers, artistas, cientistas, iniciativas e agentes de qualquer outro campo de atuação, de qualquer outro país do mundo, para abordar os futuros sustentáveis e coletivos que combinem ciência, tecnologia e artes numa abordagem transdisciplinar e colaborativa. O aviso convida propostas que se envolvem criticamente com o presente e propõem alternativas a desenvolvimentos e interrupções atuais, refletindo sobre o que nos torna humanos e reexaminando nossa relação com a sociedade, o planeta e a própria vida.

As propostas podem-se a conectar a temas maiores, como o impacto social das mudanças climáticas, os ciclos de energia e a nossa atual aceleração tecnológica, o espelho entre a biosfera e a tecnosfera, os processos contemporâneos de troca de valores e objetos e/ou o impacto da tomada de decisões coletivas. “Driving the human” acolhe propostas que abraçam noções de urgência, curiosidade, interconexão e novos modos de coletividade. Da mesma forma, são encorajadas propostas que fazem perguntas fundamentais sobre as narrativas predominantes sobre o mundo e nosso papel nele. Depois de uma série de crises, da economia à pandemia, é evidente que a humanidade e seu modo de viver no planeta Terra estão ameaçados. Questões fundamentais sobre questões como consumo em massa, agricultura fabril e turismo de massa precisam ser refletidas. As boas-vindas serão dadas a novas constelações para trabalhar e pensar em conjunto, conectando diversos conhecimentos e disciplinas. Os candidatos selecionados serão convidados a interagir com a expertise e o know-how multidisciplinar das instituições parceiras Driving the Human – acatech, National Academy of Science and Engineering; o programa de mentoria Forecast; a Universidade karlsruhe de artes e design; e | ZKM Centro de Arte e Mídia Karlsruhe – com o objetivo de desenvolver conceitos à prova de futuro e concretizá-los como protótipos. Em última análise, o processo e os resultados de Driving the Human tornam-se ferramentas que permitem novas visões de mundo e abrem as portas para formas alternativas de convivência. O prazo de inscrição é sexta-feira, 9 de abril de 2021, às 23h59 (horário de Brasília). As inscrições devem ser enviadas em inglês usando o formulário.

Residência Artística UPCYCLES
A Residência Artística UPCYCLES é uma iniciativa de incentivo à criação artística, à mobilidade e ao intercâmbio entre artistas emergentes dos PALOP, cuja 2.ª edição se realiza em 2021, após o adiamento em 2020 imposto pelo COVID-19. Durante um período de 2 meses, num regime de desenvolvimento à distância, seguido de 14 dias intensivos de finalização e montagem, os participantes serão orientados para a conceção e criação de obras multimédia que “reciclem” imagens de arquivo audiovisual destes países e proporcionem novas interpretações da História e das Memórias associadas, criando novas narrativas.

O trabalho será acompanhado por dois formadores e uma equipa técnica de apoio à produção. Os últimos 5 dias do programa são dedicados, exclusivamente, à montagem de uma exposição e sua inauguração pública, a 3 de setembro de 2021, no espaço da Fortaleza de Maputo.  Objetivos: Fomentar a criação de uma rede de artistas emergentes dos PALOP; Estimular o reconhecimento e a visibilidade internacional do trabalho autoral dos participantes; Incentivar a mobilidade de artistas e obras de arte; Promover a formação avançada ao nível da conceção, desenvolvimento e edição de projetos multimédia; Proporcionar um espaço dedicado de criação, diálogo e partilha entre artistas profissionais e emergentes, dos PALOP e lusófonos; Proporcionar o contacto dos participantes com curadores e educadores internacionais de destaque no âmbito da arte contemporânea Africana e Lusófona; Promover o conhecimento, o acesso e a reutilização dos arquivos audiovisuais dos PALOP e que a eles façam referência; Advogar pela urgência dos processos de preservação e conservação destes arquivos; Promover o emprego e a profissionalização do trabalho artístico.

A residência destina-se a artistas visuais emergentes, dos PALOP, que desenvolvam a sua prática artística em campos vários de execução multimédia e que apresentem um anteprojeto para a reutilização de recursos de arquivos audiovisuais públicos e/ou privados. O período de candidatura está a decorrer desde o dia 1 de fevereiro e estende-se até 31 de março. A inscrição é feita pelo seguinte formulário online.

Se quiseres saber mais sobre este tema, espreita o curso Fundos Europeus para as Artes e Cultura da Academia Gerador.
Informação reunida e partilhada por Francisco Cipriano
Adaptação do texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Paul Green via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.