A jovem jornalista Inês Navalhas é a vencedora da Bolsa Gerador Ciência Viva para Jovens Jornalistas, lançada em setembro de 2022. Até fevereiro de 2022, a jornalista irá desenvolver uma reportagem de investigação sobre ciência cidadã, que reflete o envolvimento dos cidadãos na prática científica.

A ciência cidadã é uma prática científica que tem o objetivo de contribuir para a investigação científica e capacitar a sociedade através de um esforço de colaboração com a comunidade científica. Os cientistas cidadãos são todos os que contribuem em projetos ou iniciativas com o seu conhecimento, recursos ou ferramentas. Que cientistas e cidadãos desenvolvem projetos de ciência cidadã em Portugal? Que projetos são esses? Em que áreas da ciência? Como comunicam com a sociedade e conseguem a sua participação? O que leva os cidadãos a participar nestes projetos?

Responder a estas e outras questões pode ajudar a estreitar a relação que já existe entre a ciência e a sociedade, mas que se quer cada vez mais próxima. Nesta reportagem, , Inês Navalhas pretende auscultar cientistas e cientistas-cidadãos, para compreender a sua relação com esta prática científica, que é bastante pertinente no contexto atual da ciência e da sociedade e no plano estratégico internacional.

Bolsa Gerador Ciência Viva para Jovens Jornalistas é uma bolsa de jornalismo jornalismo de 2.250 eur destinada a jovens jornalistas formados ou ainda em formação, até aos 35 anos, que permite desenvolver, ao longo de um período extenso de tempo, uma reportagem de investigação com acesso a recursos técnicos, humanos e financeiros. Sabe mais sobre este projeto, aqui.