Ao longo de dez dias, entre 17 e 27 de setembro, Elmano Sancho apresenta a peça “Damas da noite, uma farsa”, sob o mote de “revelar o outro que somos, o estrangeiro que albergamos”.

O espetáculo, estreado a 9 de maio de 2019, no Teatro Carlos Alberto – TNSJ, traz a cena “uma espécie de duplo” de Elmano Sancho. Esta figura ficcionada é Cléopâtre, a filha que os pais esperavam, mas que não chegou a nascer – “os pais esperavam uma menina, de nome já destinado, Cléopâtre, mas nasceu um menino”. O encenador recorre assim ao transformismo numa performance “pautada pela transgressão, o desconforto, a ambiguidade, a brutalidade dos corpos e a violência das emoções”.

“Damas da noite explora a presença ou ausência de fronteiras entre realidade e ficção, ator e personagem, homem e mulher, teatro e performance, tragédia e comédia, original e cópia, interior e exterior, dia e noite”, lê-se em sinopse.

No dia 20 de setembro o Teatro D.Maria II apresenta a peça com interpretação em Língua Gestual Portuguesa.

Os bilhetes podem ser adquiridos aqui.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Fotografia João Tuna

Descobre aqui a Agenda Gerador, onde podes encontrar este e outros eventos.