Com autoria, realização e argumento de Tota Alves, a websérie é um mockumentary de cinco episódios. Estreia hoje, dia 26 de outubro.

Dolores” é um “documentário” sobre uma cantora que ficou famosa na internet, que rapidamente deixou de ter a vida pacata que tinha, na cidade do Porto, e embarcou num turbilhão de concertos, entrevistas, álbuns, photoshoots, festas e fama.

“O mockumentary permite ao espectador viver na primeira pessoa a dúvida entre a realidade e a ficção. Esse é um lugar que me apetece muito questionar, como se fosse um exercício proposto sobre o pensamento do mundo. Arrisco-me a dizer que a indústria da imagem, desde as redes sociais à música pop, tem muito de ficção dentro da realidade”, explica Tota Alves, ao Gerador. “Quando a ideia nasceu, já vinha num todo: queria contar a história daquela pessoa, que na verdade é uma personagem, como se ela existisse mesmo. Não é verdade, mas podia ser.”

A minisérie “Dolores”, emitida na RTP Play, questiona as fronteiras que separam o genuíno do artificial, levando o espectador a ter dúvidas e sentir desconfiança na primeira pessoa. “Quero pôr em causa a nossa perceção de autenticidade. Apeteceu-me questionar a veracidade de tudo, de quem nós somos, o que queremos, a diferença entre o que mostramos ser e o que somos”, partilha a realizadora e argumentista.

“A ‘Dolores’ é um bocado isso, mas levado a um extremo da fama e da cultura pop. Até que ponto estamos disponíveis para nos expor? De que forma é que nos moldamos ao que esperam de nós? São questões que podem ser feitas quer à Dolores, quer à família e amigos dela que participam no “documentário”, e que podemos aplicar para a vida de quem gostamos como artistas e/ou pessoas da internet.” 

Protagonizada por Xana Novais no papel de Dolores, a websérie conta com as interpretações de Júlia Valente, Luhuna Carvalho, João Soares, Ângelo Sobral, Agostinho Magalhães e com a participação especial de José Carlos Malato. Com o selo Videolotion, a produção é da responsabilidade de Joana Peralta, Tota Alves e Victor Ferreira.

Vê o trailer aqui:

A anteceder a estreia da série, foram já lançados três singles e videoclips de Dolores: “Cinderela”, “Minetes da Mouraria” e “Yvagina Eu e Tu”.

A personagem principal tem ainda uma conta de Instagram (@dolorespoderosa), que foi lançada ainda antes de o público saber da série. “As redes sociais são mais uma camada da existência da Dolores na ‘vida real’. São um espaço onde a Dolores ganha vida própria, interage com as pessoas, até pode vir a comentar a série sobre ela… Quem sabe? Confesso que também fui muito inspirada pelo personagem João Nunes, da série Sara. Achei genial o Nuno Lopes ter vontade de viver na primeira pessoa como aquele personagem, ator de novela”, refere Tota Alves.

Texto por Flávia Brito

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.

Dolores, a história de uma cantora controversa, estreia na RTP Play