É a partir do dia 24 de abril que a exposição ENSAIO PARA UMA COMUNIDADE - Retrato de uma coleção em construção (take 1) é apresentada na Central, junto ao Maat. Inaugurando o novo programa do museu, construído em torno das coleções da Fundação EDP, a exposição resulta das apresentações anuais com conceção e curadoria de especialistas e profissionais convidados de diferentes áreas e contextos de investigação.

O programa conta com uma série de exposições que transportam "uma nova abordagem aos modos de ativação dos repositórios de conhecimento enquanto entidades vivas onde as narrativas do tempo e da história se entrecruzam e enriquecem", lê-se na sinopse da exposição.

A exposição conta com a curadoria de Paulo Mendes

Com cerca de 138 obras de 58 artistas que atravessam um período de 80 anos e se cruzam com gerações diversas, a conta com a curadoria do artista plástico Paulo Mendes e abrange intencionalmente todo o seu arco temporal – de 1942 ao presente. 

O tema principal da ENSAIO PARA UMA COMUNIDADE é a "memória" e dos seus modos de produção e ativação, como instrumento e produto do fazer coletivo. É apresentada em quatro capítulos temáticos principais: trabalhopreguiça, som palavra, sendo que os dois últimos representam modos de apreensão e enunciação da memória.

Ao longo da exposição, duas novas encomendas são apresentadas como elementos de narrativas paralelas, uma composição literária do escritor Gonçalo M. Tavares e uma composição musical de José Valente, ambas construídas em torno dos caracteres rítmicos da língua portuguesa.

Local: Central, Maat.

HorárioDe dia 25 de abril de 2021 a 7 de março de 2022;

Preço: consulta os preços aqui.

Imagem retirada do facebook Maat