Cerca de dez anos depois, o cinema das Galerias Avenida abre as suas portas para abraçar o a 26ª edição do Festival Caminhos do Cinema Português.

Os projetores apagados, as respirações silenciadas e as portas fechadas do Estúdio 2, no rés-do-chão do centro comercial de Coimbra, vão renascer.
Entre os dias  9 de novembro e 5 de dezembro o Festival reativará a sala de espetáculo.

O estúdio irá exibir os filmes das Seleções Ensaios e Outros Olhares, assim como o "Simpósio Internacional" Fusões no Cinema e as sessões de Reposição e do Turno da Noite.
Já em dezembro, as mostras Paralelas Filmes do Mundo e Intervenção! ficam também a cargo da sala "mítica", no qual encerrarão a edição do festival.

Ainda que seja um reativar do espaço temporário, a Direção do Festival descreve o ato como o mergulhar nas memórias de uma cidade: “ainda que o espaço esteja fechado há mais de dez anos, não há quem não saiba que aí funcionou, em tempos, um grande cinema”, como é possível ler no site do festival.

Recordam também que “o renascer deste espaço mítico" permite trazer à cidade de Coimbra a possibilidade de ter "um cinema de bairro, uma arthouse, um espaço de encontro entre espectadores”.

"CICLOS PROGRAMA!AÇÃO E WARM UP!", o inaugurar

O espaço será inauguração hoje, 5 de novembro, com o ciclo de Programa!Ação, pelas 21h45.

Seguem-se também três sessões de Warm Up!, a primeira, no dia 7 de novembro, destinada aos mais jovens com a exibição de curtas-metragens como: “Angel’s Trumpet”, “Arcade Boys”, “ClimAgir”, “Fox Tale”, “Hornzz”, “#Lingo”, “Maré” e “O 28”.
Estas sessões em que são "as crianças a trazer os pais" têm como objetivo reforçar os laços familiares. É, desta forma que apenas os mais pequenos pagam o bilhete de entrada, sendo gratuita para os acompanhantes, pais e adultos.

Ainda no mesmo dia, o “Hotel Império”, de Ivo M. Ferreira, mergulhará a sala de espetáculo à noite.

É com “Zé Pedro Rock’n’Roll”, de Diogo Varela Silva, que o ciclo de preparação para o Festival fica concluído, no dia 10 de novembro.

Texto por Patrícia Silva
Fotografia do website do Festival
O Gerador é parceiro do Festival Caminhos do Cinema Português

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.