De 30 de outubro a 1 de novembro, o FITEI - Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica apresenta, pela primeira vez, "O Meu Primeiro FITEI", um mini-festival dedicado ao público infantojuvenil e às famílias. A primeira edição acontece no Teatro Helena Sá e Costa, no Porto, com os espetáculos Coexistimos de Inês Campos e Mapa de Fernando Mota.

Mantendo o foco no teatro de expressão ibérica, O meu primeiro FITEI pretende alargar o âmbito da programação do FITEI, cuja 43.ª edição acontecerá entre 28 de abril e 16 de maio de 2021, a um público mais jovem, estimulando o acesso à cultura ao mesmo tempo em que dá a conhecer aos mais novos a dinâmica de um festival.

Para Gonçalo Amorim, diretor artístico do FITEI, “o carácter experimental e inovador do trabalho da Inês Campos, extremamente visual, sonoro, recorrendo a várias técnicas, desde a dança, ao teatro, às formas animadas, ao cinema, à magia, dá um recorte original, que não deixará nenhum espectador indiferente, o público infanto-juvenil muito menos, que procura avidamente que o surpreendam.”

Condicionada pela atual pandemia, esta primeira edição acontece numa versão experimental e reduzida com dois espetáculos nacionais. Coexistimos, de Inês Campos, abre o festival a 30 de outubro, sexta-feira, um dia com programação online exclusiva para a comunidade escolar que inclui, também, uma conversa com os artistas. Composta por dança, teatro, cinema, manipulação de objetos, arquitetura em movimento e vários artifícios, Coexistimos repete no fim-de-semana (sessões às 16h00), ao vivo, no Teatro Helena Sá e Costa juntamente com Mapa (sessões às 11h00), do músico Fernando Mota, um espetáculo multidisciplinar sobre os conceitos de território e fronteira, pertença e liberdade.

Os bilhetes estarão brevemente à venda no Teatro Helena Sá e Costa e custam 4 euros para crianças e 6 euros para adultos.

Texto de Isabel Marques
Fotografia da cortesia da organização