A revista FOmE, em parceria com o coletivo artístico Óriq, apresenta, a partir do dia 21 de outubro, às 19h, a exposição "Periférico", que reúne trabalhos de Fidel Évora, João Fortuna, Jorge Charrua, Ôje, Patrícia Mariano, Rita Melo e Sérgio Bráz d´Almeida, no Espaço Óriq, em Campo de Ourique.

"As periferias são limbos que motivam movimentos pendulares entre a centralidade e o seu perímetro. São o supérfluo mas não o descartável. Não estão no centro mas estão perto dele", pode ler-se em comunicado da organização. Periférico, patente até 6 de novembro, naquele espaço, debruça-se sobre este conceito, através do trabalho de sete artistas, que se movem num meio periférico, em termos geográficos, mas também no meio artístico, pela não institucionalização do seu trabalho. A representação da figura humana está em destaque nesta mostra e é abordada em vários planos, suportes e matérias que vão deste a madeira à serigrafia.

"Assumimos a polissemia deste título que se insere na linha programática da FOmE pela reflexão sobre o conceito de periferia dos pontos de vista geográfico, temático e humano. Abraçamos, inclusivamente, a vertente da periferia como um limbo entre a proximidade e a distância que entendemos como uma vantagem e caminho conceptual para o desenvolvimento desta curadoria".

Local: Espaço Óriq, Campo de Ourique
Horário: quinta e sexta feira, das 16h às 20h; sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 9h às 13h
Preço: Gratuito
Fotografia da cortesia da organização