Todos os dias damos espaço a artistas e pessoas da cultura para partilharem a sua opinião numa coluna a que demos o nome de Gargantas Soltas. Desde saúde mental, a política, passando pela gastronomia, achamos importante dar voz a todas estas dimensões. Conhece aqui os mais recentes cronistas e os autores que já nos escrevem quinzenalmente ou de mês a mês no site Gerador:

Alexa Santos

Mestre em Género, Sexualidade e Teoria Queer pela Universidade de Leeds no Reino Unido, trabalha em Serviço Social há mais de dez anos e é ativista pelos direitos de pessoas LGBTI+ e feminista anti-racista fazendo parte da direção do Instituto da Mulher Negra em Portugal e da associação pelos direitos das lésbicas, Clube Safo.

Ana Pinto Coelho

Diretora e curadora do Festival Mental – Cinema, Artes e Informação, é também conselheira e terapeuta em dependências químicas e comportamentais com diploma da Universidade de Oxford nessa área. Anteriormente, a sua vida foi dedicada à comunicação, assessoria de imprensa, e criação de vários projectos na área cultural e empresarial. É editora de livros e pesquisadora.

Francisco Cipriano

A sua vida profissional está ligada à gestão dos fundos comunitários em Portugal e de projetos de cooperação internacional, na Administração Pública Portuguesa, na Comissão Europeia e atualmente na Fundação Calouste Gulbenkian. É responsável pelo curso Fundos Europeus para as Artes e Cultura – Da ideia ao projeto da Academia Gerador.

Helena Pereira

Curadora e investigadora em práticas artísticas e culturais contemporâneas. Amiúde, aventura-se pela dramaturgia e colabora, como produtora, em projetos ligados à música e ao teatro, onde tem muitas das suas raízes
profissionais. Atualmente, é diretora geral e curadora da zet gallery (Braga) e integra a equipa da Fundação Bienal de Arte de Cerveira como curadora.

João Teixeira Lopes

Foi programador de Porto Capital Europeia da Cultura 2001, enquanto responsável pela área do envolvimento da população e membro da equipa inicial que redigiu o projeto de candidatura apresentado ao Conselho da Europa. Tem 23 livros publicados (sozinho ou em co-autoria) nos domínios da sociologia da cultura, cidade, juventude e educação, bem como museologia e estudos territoriais.

Jorge Barreto Xavier

Diretor Municipal de Educação, Desenvolvimento Social e Cultural da Câmara Municipal de Oeiras. Foi secretário de Estado da Cultura, diretor-geral das Artes, vereador da Cultura, coordenador da comissão interministerial Educação-Cultura e diretor da bienal de jovens criadores da Europa e do Mediterrâneo. Foi consultor da Reitoria da Universidade de Lisboa, do Centro Cultural de Belém, da Fundação Calouste Gulbenkian, ou da Capital Europeia da Cultura.

Miguel Honrado

Presidente da Orquestra Metropolitana de Lisboa e antigo Secretário de Estado da Cultura. O seu percurso profissional passou, nomeadamente, pela direção artística do Teatro Viriato (2003-2006), pela presidência do Conselho de Administração da EGEAC (2007-2014), ou a presidência do Conselho de Administração do Teatro Nacional D. Maria II (2014-2016).

Nuno Varela

Fundou em 2006 a Hip Hop Sou Eu, uma das mais antigas e maiores plataformas de divulgação de Hip Hop em Portugal. Da Hip Hop Sou Eu, nasceram projetos como a Liga Knockout, uma das primeiras ligas de batalhas escritas da lusofonia, a We Deep agência de artistas e criação musical e a Associação GURU que está envolvida em vários projetos sociais no desenvolvimento de skills e competências em jovens de zonas carenciadas.

NBC

Um dos fundadores do movimento hip-hop em Portugal, já pintou diversas bandas sonoras de filmes e de telenovelas portuguesas e já pisou muitos palcos em festivais como  NOS Alive, Super Bock Super Rock, Meo Sudoeste, Festival F ou também salas icónicas como Coliseu de Lisboa, Casa da Musica ou Hard Club. 

Paulo Pires do Vale

Filósofo, professor universitário, ensaísta e curador. É Comissário do Plano Nacional das Artes, uma iniciativa conjunta do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação, desde Fevereiro de 2019.

Raúl Moreira

Manuel Luar é o pseudónimo de Raúl Moreira, licenciado em Organização e Gestão de Empresas. Editou centenas de selos postais sobre a Gastronomia de Portugal e ainda 11 livros bilingues escritos pelos maiores especialistas nesses assuntos. Publica crónicas de crítica gastronómica e comentários relativos a estes temas no Gerador. É Comendador da Ordem de Mérito da República Italiana.

Rita Maria

Cantora da Banda Stockholm Lisboa Project, lançou, em novembro de 2016, com o guitarrista e compositor Afonso Pais o disco “Além das Horas” e é cantora da banda Saga Cega. Recebeu o Prémio de Artista do Ano, Prémios RTP/Festa do Jazz 2018. Círculo é o mais recente trio colaborativo do qual faz parte e que se estreou em disco a janeiro de 2020 com os músicos Mário Franco e Luís Figueiredo.

Sara Barriga Brighenti

Museóloga, formadora e programadora nas áreas da educação e mediação cultural. É subcomissária do Plano Nacional das Artes, uma iniciativa conjunta do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação. Coordenou o Museu do Dinheiro do Banco de Portugal e geriu o programa de instalação deste museu.

Selma Uamusse

Lançou a sua carreira a solo em 2014, através da sua música transversal a vários estilos mas que bebe muito das sonoridades, poli-ritmias e polifonias do seu país natal, tendo apresentado, em 2018, o seu primeiro álbum a solo, Mati.  A sua carreira ficou marcada pelas colaborações com os mais variados músicos e artistas portugueses.

Tiago Sigorelho

Formado em comunicação empresarial, esteve muito ligado à dimensão de gestão de marcas, tanto na Telecel, onde começou a trabalhar aos 22 anos, mais tarde Vodafone, como na PT, onde chegou a Diretor de Estratégia de Marca. Despediu-se em 2013 com vontade de fazer cultura para todos, é fundador do Gerador e presidente da direção desde a sua criação.

Descobre todos os textos publicados pelos nossos autores aqui ;-)