No passado dia 21 de maio, José Farinha, Paulo Pimenta e Daniel Rodrigues apresentaram a 2ªedição da Kiosk Zine, no Mira Fórum. O editor de Fotografia do jornal PÚBLICO, Manuel Roberto, é o nome em destaque desta edição, com um trabalho realizado à margem das cheias que assolaram Moçambique no início do novo milénio.

Manuel Roberto, fotojornalista, descrevia o cenário de Moçambique após ter sido enviado pelo jornal Público como "uma terra transformada num imenso rio lamacento. Um trator cor-de-rosa recolhia cadáveres. Os que fugiram a tempo da torrente de água, que em poucas horas inundou a vila, estavam num centro de acomodação. Quando lá cheguei, encontrei um rio de gente que aguardava faminta a ajuda alimentar que chegaria dos céus. Crianças, velhos, mulheres e homens formavam longas filas para conseguirem uma marca de tinta lilás no dedo indicador que os identificava como vítimas das cheias". Era esta a visão em 2000, no Chokwé. Foi desta viagem que nasceu "A Fome dos Outros", realizado durante as dramáticas cheias que naquele ano assolaram Moçambique. Este trabalho feito à margem da reportagem que realizara para o jornal onde é editor de Fotografia sai agora na 2ª edição da Kiosk Zine.

Kioskzine 2.0 Edição Especial - Manuel Roberto + Print

As fotografias que compõem o trabalho do fotojornalista são digitalizações de negativos analógicos a cor, revelados pelo processo C41, em condições extremas. "Algumas vezes, fogueiras de lenha improvisadas foram determinantes para o "banho maria" dos químicos e para uma revelação dos filmes a uma temperatura o mais ideal possível. Num tempo em que a internet ainda dava os seus primeiros passos, fazê-las chegar ao jornal era outro "filme" que se transformava num 'pesadelo', lê-se no comunicado enviado pelo projeto.

Os fotogramas apresentados são digitalizações "fiéis, cruas e brutas" das tomadas de vista do autor naquela altura, "o rebordo a negro é deliberado, respeitando a integridade de cada fotograma, ou seja, a fotografia sem qualquer reenquadramento ou pós-produção, apenas com o recurso a um scanner", acrescentam.

Além da edição 2.0, há também um edição especial que contempla um print 18x12cm impresso em papel 310gr Platine Fibre Rag da Canson.

Kioskzine 2.0 Edição Especial - Manuel Roberto + Print
Print de Manuel Roberto

Depois de uma edição dedicada a Pauliana Valente, Manuel Roberto foi a escolha dos fundadores. O fotojornalista expôs individualmente em 2015, no Cinema São Jorge, em Lisboa, o seu trabalho "Os Filhos do Vento" – Filhos de ex-combatentes da Guerra Colonial que ficaram em África e gostavam de conhecer os seus pais portugueses.
A mesma exposição, "Os Filhos do Vento", esteve também patente, em 2018, no Espaço MIRA FORUM Artes Performativas, em Campanhã, no Porto.


Texto de Patrícia Silva
Fotografia de Manuel Roberto

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.