A Mostra de Artes da Palavra (MAP) criou um conjunto de oficinas para os mais novos. "Coisas que há que não há" acontece de 16 de maio a 13 de junho, em Oeiras, e já tem inscrições abertas.

As palavras têm forma, têm sons, cores, e gestos. Há palavras que são bailarinas. As palavras multiplicam-se e dividem-se, reinventam-se. Há quem use palavras caras e há caras que anunciam palavras. Há quem cante palavras e há quem ouça palavras em melodias. A palavra é viva, é livre. E no fim de contas, a quem contas as palavras?

Numa série de seis-vídeos, a MAP propõe explorar estas ideias através de uma coleção de exercícios e brincadeiras em torno da palavra - "Vamos organizar uma orquestra de palavras, pintar sons e descobrir poesia no acaso, vamos construir um gerador de palavras e inventar significados, vamos falar em silêncio. Vamos nos juntar em ideias e criar. Vamos inventar o que não existe, para que ninguém fique triste."

As oficinas "Coisas que há que não há" são para todas as crianças dos 7 aos 12 anos, e a organização disponibiliza todos os materiais para as atividades. Apesar da entrada ser livre, devido às limitações impostas pela DGS, o número de vagas é limitado. As inscrições devem ser feitas, aqui.

Local: Oeiras
Horário : 16 de maio a 13 de junho
Preço: Gratuito
Fotografia disponível via Unsplash