O Teatro Thalia e o Museu dos Coches recebem nos dias 19 e 20, respetivamente, "Nas Asas do Sonho", com o maestro Pedro Neves e Janete Santos na flauta.

Protagonista de uma brilhante carreira que se estende há mais de quatro décadas, a compositora finlandesa Kaija Saariaho é uma das figuras mais destacadas da música europeia contemporânea, com um contributo para a música espectral. Mas em terrenos menos abstratos, houve um instrumento que sempre despertou a sua atenção. A asa do sonho, de 2001, explora, precisamente, as nuances expressivas do timbre da flauta, da sua respiração à frente de cuidadas texturas orquestrais. A inspiração provém de uma coleção de poemas de Saint-John Perse, onde o escritor retrata o voo e a vida das aves, transportando-nos entre metáforas que refletem sobre a existência humana, num confronto de dois universos substancialmente contrastantes, o Ar e a Terra. O programa completa-se com a nobreza melódica de duas composições para as cordas da orquestra assinadas por nomes ilustres da música da segunda metade do século XIX. No caso do norueguês Edvard Grieg, evoca-se duas canções sobre poemas intitulados Feridas do Coração e Última Primavera. Já na companhia do russo Piotr Ilitch Tchaikovsky, é recordada uma viagem à cidade italiana de Florença. 

Nasce assim "Nas Asas do Sonho", pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, que nos dias 19 e 20 de junho, junta Maestro Pedro Neves e Janete Santos na Flauta no Teatro Thalia, pelas 19h00 e no Picadeiro Real do Museu dos Coches, pelas 17h00 .

Local: 19 de junho, 19h99, Teatro Thalia | 20 de junho, 17h, Museu dos Coches
Horário: 19h00;
Preço: 18€
Fotografia disponível via Unsplash