A peça Guardas do Museu de Bagdad, um texto teatral de José Peixoto, vai ser apresentada ao público nos dias 3, 4 e 5 de julho, em Viseu.

O encenador recupera o texto, encenado há 15 anos pela primeira vez, que retrata os últimos momentos antes do saque do Museu Nacional do Iraque em Bagdad, durante a guerra de 2003. Contudo, o Graeme Pulleyn apresenta agora uma recriação e reflexão, já que “porque muito mudou e muito ficou igual, porque a destruição do património iraquiano, património da humanidade continua, porque esta peça não é sobre o Iraque em 2003, é sobre nós hoje, neste preciso momento, neste preciso lugar.”

Este processo criativo teve início em julho do ano passado, com uma leitura encenada apresentada no Festival Mescla. Esta peça é uma produção de Nicho, financiada pela Direção Geral da Artes / Ministério da Cultura e apoiada pelo Município de Viseu.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Fotografia via MesclaViseu

Podes saber mais na nossa agenda aqui.