A Revista Gerador 30 chega amanhã às bancas de todo o país, com uma grande reportagem de 16 páginas dedicada à lusofonia, numa viagem guiada pelos testemunhos e experiências de académicos, artistas e entidades dos países de língua oficial portuguesa.

Numa altura em que muito se discute os prós e os contras da existência da noção de lusofonia, quisemos alargar horizontes, procurar as vozes daqueles que connosco partilham a língua portuguesa e perceber o que representa hoje a lusofonia com a ajuda de autores como a artista Grada Kilomba, a jornalista e professora Isabela Figueiredo, Francisco Ribeiro Telles, secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa(CPLP), a companhia Teatro Griot ou os músicos Batida, Muleca XIII e Selma Uamusse.

A lusofonia como um princípio e não um fim, as entidades e os festivais que andam de mãos dadas com este conceito, a ideia da existência de um espaço para difundir um conhecimento mais justo sobre o tema e até mesmo a crescente discussão artística à sua volta são algumas das paragens obrigatórias desta reportagem.

Nesta edição, com capa da autoria do ilustrador e autor português Mantraste, vais ainda encontrar uma obra gráfica do artista Francisco Vidal, uma grande leitura que tem como ponto de partida o estudo Barómetro Gerador Qmetrics, dedicada à valorização do património e ao conhecimento do território, a reivenção ecológica da cultura do sabonete português, a batida do Dj Nigga Fox mas também uma obra literária inédita do escritor Valério Romão.

Tudo na Revista Gerador 30, disponível a partir de amanhã, 6 de março, aqui ou numa banca perto de ti.