Os Medvsa são uma banda formada no início de 2016, em Setúbal. Constança Quinteiro e Ricardo Gonçalves juntaram-se para criar alguns temas e em 2017 lançaram o primeiro EP “Inércia”. Nesta Mescla escolheram dez canções nacionais para escutarmos esta semana.

 

Mesclado por Medvsa

 

Golden Slumbers – É Preciso Que Eu Diminua

As Golden Slumbers são duas jovens irmãs com um enorme talento, vozes muito doces e capazes de fazer harmonias notáveis. Despertaram o nosso interesse com a interpretação deste tema do Samuel Úria, no programa “No Ar” da Antena 3. É um projeto a não perder de vista. Se o folk não for muito a vossa cena, sugerimos que deem uma espreitadela nos projetos que as irmãs Falcão têm em separado: Monday (Catarina) e Vaarwel (Margarida).

 

Slow J – Cristalina

O Slow J é um jovem músico e produtor, que para nós já ocupa um lugar entre os titãs do hiphop nacional. No Outono de 2016, enquanto produzíamos o nosso EP (“Inércia”) descobrimos o Slow J. Entre as rimas e batidas da cena tuga, o músico setubalense destacava-se dentro de uma nova onda de rappers e produtores, pela sua voz quente e rouca, capaz de nos embalar e, ao mesmo tempo, despertar com cada palavra e verdade crua. A Cristalina foi o tema que mais nos tocou, pela sua mensagem inspiradora, de tal forma que agora faz parte do nosso set.

 

Manuel Cruz – Ainda não acabei

O incontornável Manuel Cruz trouxe música nova. São quase 2 minutos de canção viciante, com uma energia contagiante que, como o próprio diz, ainda não acabou. Um desabafo sem papas na língua e ao mesmo tempo um discurso motivacional, que nos faz bater o pé e espantar os demónios.

 

Sequin – Flamingo

Ana Miró é Sequin, uma jovem eborense que encontrou em Lisboa espaço para ganhar raízes e crescer. Começou como jiboia, mas é sem dúvida um flamingo eletrónico com muito groove. A onde vai faz há festa, enquanto esperamos novas coisas curtimos ao som de Flamingo.

 

Isaura – I need ya

A Isaura tem vindo a ganhar espaço na pop-eletrónica portuguesa. É uma jovem talentosa que tem tudo para vingar. Conquistou o nosso coração ao falar de amor em temas como Change it e Dancefloor.  I need ya é o seu último single. Tem uma vibe cool que nos faz fechar os olhos e dançar.

 

Capicua – Medusa ft. Valete

A Capicua, já anda por cá há algum tempo. É uma Maria Capaz que se destaca no universo do rap Português, não só por ser mulher, mas pela sua linguagem e mensagem muito feminista e muito poética.

Escolhemos este tema, porque (como provavelmente adivinharam) ajudou-nos a batizar o nosso projeto. Além disso tem uma letra do caraças, como tantas outras da sua autoria,e conta com a participação do Valete.

 

Claraboia – Darlin’ (you better let me)

Conhecemos os Claraboia numa sessão do Sofar Sounds Lisbon, na qual participámos. São uma banda recente, com um dream-pop-rock-indie que se torna bastante energético nas atuações ao vivo. Têm um álbum a caminho, portanto é de manter debaixo de olho…

 

Alek Rein – Mirror Lane

Este tema é uma grande malha, faz parte do álbum Mirror Lane, lançado em 2016. O Alexandre é um compositor de mão cheia, oiçam o álbum porque vale a pena.

 

NBC ft Sir Scratch – Espelho 

A Espelho é um single do último álbum do NBC e foi produzido pelo Slow J. Destacamo-la pela letra e interpretação do NBC, que nos mete em modo de auto análise, envia-nos para o fundo e traz-nos de volta. Recomendamos que oiçam e vejam a versão acústica apresentada na Rádio de Difusão.

 

Bruno Pernadas – Anywhere in Spacetime

Com Anywhere in Spacetime Bruno Pernadas leva-nos até ao Oriente, ao Espaço, para debaixo de água e para dentro de um filme do Tarantino. Em 6 minutos e 50 segundos o músico e guitarrista português transporta-nos para vários ambientes juntando jazz, com eletrónica, algum psicadelismo e mais uns quantos elementos que revelam a sua versatilidade.