Com o intuito de explorar os meandros da efemeridade na dança, Boris Charmatz apresenta "10 000 Gestos" contínuos e irrepetíveis no palco da Culturgest.

Executados através dos corpos dos intérpretes, estes passos de dança são criados para desaparecerem eternamente no momento seguinte. É sobre a égide do movimento non-danse que o coreógrafo francês nos seduz com um efeito hipnótico, quase meditativo. Neste espetáculo sublinha cada gesto, enfatizando a sua singularidade: a forma como cada passo desaparece no instante seguinte, só podendo ser ressalvado pelo seu público.

Além de coreógrafo, Boris Charmatz foi diretor do Museu da Dança, em França, apresentando coreografias ao longo de mais de 15 anos de carreira. Em 1996 foi galardoado nos “Encontros Coreográficos Internacionais de Seine-Saint-Denis” e em 2005 recebeu o Grande Prémio do Sindicato de Críticos de Dança. Na sua extensa obra, incluem-se coreografias no MoMA, em Nova Iorque, e no Tate Modern, em Londres.

Local: Culturgest (Lisboa)

Data e Hora: 21 de fevereiro às 21h e 22 de fevereiro às 19h

Preço: 18€ (não incluindo descontos)

Texto de Mafalda Lalanda
Fotografia via Culturgest

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.