O Museu de Lisboa – Teatro Romano apresenta, de 6 a 30 de julho, a peça Antígona, no local arqueológico do Teatro Romano, revisitando o núcleo do palco de teatro clássico mais antigo do país. A encenação de André Murraças, é uma das peças do poeta grego Sófocles, convidada a divulgar o património histórico e cultural da capital.

A protagonista é uma mulher lutadora “que quer enterrar o irmão morto na guerra, mas o estado opõe-se por o considerar indigno. As consequências para a família serão, como veremos, imensas», diz o encenador André Murraças, recordando que o poeta grego é um dos primeiros autores a dar emoção e vontade própria às suas personagens. Na peça, a mulher, Antígona, assume um papel revolucionário contra um sistema democrático masculino.

Neste contexto o Teatro Romano vem reviver a sua função original, enquanto palco da dramaturgia clássica e das questões sociais. Reviver a função para a qual este monumento cénico foi edificado, no longínquo século I da nossa era, é uma das linhas programáticas que o Museu de Lisboa - Teatro Romano mais acarinha”, refere Lídia Fernandes, coordenadora do Museu de Lisboa - Teatro Romano.

Local: Museu de Lisboa - Teatro Romano

Horário: 6 a 30 de julho de 2021, terça-feira a sexta-feira

Preço: Bilhete 6€

Fotografia de Alípio Padilha