Bruna Ferreira, estudante do Mestrado em Jornalismo da Universidade NOVA-FCSH procura perceber se a situação atípica que se viveu nos últimos dois anos contribuiu para o acentuar das desigualdades de género no meio jornalístico, que resultará na tese do seu mestrado.

Encontrando-se em fase de construção da sua tese, a jovem tenta perceber se a pandemia teve impactos desiguais entre os homens e as mulheres jornalistas de Portugal. O inquérito está disponível para preenchimento para todos e todas os/as jornalistas que se encontrem a desempenhar funções na área jornalística. O objetivo de Bruna é chegar a uma amostra o mais representativa possível, garantindo o anonimato e a confidencialidade de cada resposta.

(artigo em atualização)

Texto de Patrícia Silva
Fotografia via Unsplash

Se queres ler mais notícias, clica aqui.