No dia 13 de julho, o Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, nos Açores, acolhe Lento e Largo, uma performance de Jonas&Lander, no âmbito da parceria com o festival Walk&Talk.

Desde 2011 que Jonas&Lander (Jonas Lopes e Lander Patrick), experienciam paradigmas contrastantes em projetos que têm revelado o seu vinculo profissional na área artística. Lento e Largo, tem como ambiente cénico inspirações de trabalhos de Hieronymous Bosch, e inscrevem performers robóticos e humanos para criar um apocalipse visual. Numa paisagem irreal, ambas as entidades irão socializar, dançar, beijar, ordenar e obedecer, de igual para igual. São explorados os limites de virtuosismo performativo, mais ou menos subtil, de cada performer. A capacidade robótica de voar sobre a audiência contrasta com a capacidade humana de beijar, dilatando e esbatendo as fronteiras de ação de cada organismo. Estes robôs irão dar músculo a um universo absurdo, vestindo e expondo materiais orgânicos como peles, escamas ou chifres, inspirados na taxidermia pária de Enrique Gomez de Molina. Lento e Largo é uma qualidade específica da música clássica, que descreve um determinado andamento e atmosfera inundados pela melancolia. A amplitude desta atmosfera influencia as ações e coreografias que podem transbordar do palco até os limites da sala.

Lento e Largo é uma coprodução da rede de programação cultural 5 Sentidos, que regrupa o Centro de Arte de Ovar, o Centro Cultural Vila Flor, O Espaço do Tempo, o Teatro Académico Gil Vicente, o Teatro Micaelense, o Teatro Municipal da Guarda, o Teatro Municipal do Porto, o Teatro Nacional São João, Teatro Virgínia e o Teatro Viriato. O espetáculo está inserido no Programa de Convite à Criação Artística Nacional, do Teatro Freiburg (DE) e do Teatro do Bairro Alto

Local: Teatro Micaelense, Ponta Delgada, Açores

Data e hora: 13 de julho às

Preço: 7,5€

Fotografia de ©Tiago Coelho

Se queres ler mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.