O artista vai participar na conversa "Como está a cultura hoje?", pelas 11h30 do dia 20 de maio, juntamente com a Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, e o pensador cultural Jorge Barreto Xavier.

Leonel Moura é pioneiro na aplicação da Robótica e da Inteligência Artificial à arte. Desde o princípio do século criou vários robôs pintores. As primeiras pinturas realizadas em 2002 com um braço robótico foram capa da revista do MIT dedicada à Vida Artificial. RAP, Robotic Action Painter, criado em 2006 para o Museu de História Natural de Nova Iorque, encontra-se ainda na exposição permanente.

Outras obras, incluem pinturas e esculturas de “enxame”, instalações interativas, obras generativas, obras 3D, Realidade Aumentada e a peça de Teatro RUR de Karel Capek, com 3 robôs atores, estreada em São Paulo em 2010. O Robotarium, inaugurado em 2007, descrito como um zoo para robôs, foi o primeiro do género no mundo.

Leonel Moura tem vários livros publicados sobre a nova arte e a relação arte e ciência. Em 2009 foi nomeado Embaixador Europeu da Criatividade e Inovação pela Comissão Europeia. Recentemente expôs no Grand Palais, em Paris e no Museu UCCA, em Beijing.

De 20 a 22 de maio vamos tentar responder à pergunta "Há uma nova oportunidade para a cultura agora?", dando voz a nomes como David Throsby, Gonçalo M. Tavares, Ana Jara, Welket Bungué, Emília Ferreira, Nuno Centeno, Beatriz Gomes Dias, John Romão, Martim Sousa Tavares e muitos outros.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, entrevistas, masterclasses e ter acesso a um recinto totalmente virtual com espaços que vão desde os palcos à restauração, passando pela sala onde podes conviver com outros festivaleiros. Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

Compra já aqui o teu passe de 3 dias