A produtora cultural vai participar nas apresentações do dia 19 de junho, no Palco Oeiras pelas 12h30. Para este dia desafiámos um conjunto de autores de várias dimensões culturais e artísticas a partilharem os temas que os inquietam. No dia descobrirás quais são ;-)

Esta apresentação vai ser feita em castelhano.

María Acaso centra os seus projetos em desafiar as divisões entre arte e educação, o académico e o popular, teoria e prática; no desenvolvimento da educação contemporânea e na transformação dos formatos de transmissão de conhecimento.

Membro fundador do coletivo Pedagogías Invisibles, é atualmente chefe da Área de Educação do Museu Reina Sofia.

Tem inúmeros livros publicados, entre os quais se destacam Art Thinking. Transformar la educación a través de las artes (Paidós, 2017) e La educación artística no son manualidades (Los Libros de la Catarata, 2009).

De 18 a 20 de junho vamos tentar responder à pergunta Qual o futuro da cultura e da criatividade? dando voz a nomes que admiramos como Vhils, Salvador Sobral, Margarida Pinto Correia, Rui Horta, Capicua, Chef Kiko, Clara Não, André Gago, Sara Barros Leitão, Benjamim, Constança Entrudo, Matilde Campilho ou Carla Maciel, num total de mais de 40 cabeças de cartaz.

Vais poder assistir a concertos, debates, performances, apresentações, masterclasses e teres acesso a um conjunto de loucuras que revelaremos em breve, porque decidimos reinventar a forma de viveres um festival online 😊 Descobre tudo na página principal do Oeiras Ignição Gerador.

No Gerador sentimos a responsabilidade de pensar, questionar e agir sobre a cultura e a criatividade. Sabemos que somos incompletos nesta missão sem os artistas, os autores e os técnicos que nos rodeiam. Por isso, consideramos fundamental remunerar quem desafiamos. Quer seja quando fazemos eventos presenciais, quer quando mergulhamos no mundo digital. 

Compra já aqui o teu passe de 3 dias.

maria_acaso_oeiras_ignicao_gerador