Amigos de longa data e companheiros na editora Contentor Records, Spock e Sitah Faya uniram forças e fizeram nascer o álbum "Assim Como Vai".
Foi no mar que as palavras da rapper se inspiraram, onde navegam através dos beats recheados de passado, presente e futuro de Spock.
Produzido ao longo de dois anos, o álbum que é uma ode ao Hip Hop, conta com 16 temas, onde as rimas agressivas e pertinentes que intercalam com uma voz harmoniosa nos coros da rapper, viajam na sensibilidade melódica e nas batidas apuradas do produtor.
“Âncora” foi o single de estreia deste álbum, que está disponível desde dia 3 de setembro.

Esta é a lista de 10 músicas de autores portugueses que os artistas partilharam connosco com algumas notas que justificam as suas escolhas:

Spock

Sam the Kid - "Lamentos"

"Sem dúvida uma das músicas que me trouxe para esta cultura que hoje vivo, o Hip Hop. Foi feita numa era muito bonita do Hip Hop nacional e que ainda hoje tento que se mantenha viva. É uma música despida de arrogância na qual se sente honestidade do início ao fim."

Sam the Kid - "Frio"

"Se a 'Lamentos' trouxe-me o Hip Hop, esta sentou-me numa cadeira a fazer beats. Um instrumental que consegue dizer tanto."

Kilu - "Hip Hop Não É Nada"

"Mais uma música que ouvi vezes sem conta e que ainda hoje o faço, agora com uma atenção especial devido à mensagem que o Kilu nos trás da dificuldade que é viver esta arte, mas precisar de um outro trabalho como sustento."

Dealema - "A Última Criança"

"Os Dealema fazem parte do meu crescimento como pessoa e artista, muitas foram as vezes que encontrei nas letras deles as palavras que precisava de ouvir."

Halloween - "No Love"

"Consigo lembrar-me das primeiras vezes que ouvi Halloween. Não estava preparado. Aliás, acho que poucos estavam. Esta faixa, como toda a discografia dele, mostram-nos a realidade como muitas vezes preferimos ignorar. Raw."

Sitah Faya

Sam the Kid - "Sangue"

"É quando escutas uma porrada de realidade; uma partilha de verdade nas palavras. A faixa conversa contigo e isso é um feeling soberbo."

António Variações - "Estou Além"

"Acho que não há praticamente ninguém que não se sinta em sintonia com esta canção, pelo menos em algum momento da vida. Eterna."

Orelha Negra - "Throwback"

"Desperta-me viagens mentais. Passando da retrospectiva à perspectiva da vida. Motivadora. Livre."

Amália Rodrigues - "Barco Negro"

"Para mim, uma canção tão bela quanto dura de ouvir. A letra consegue ser esperançosa e triste em simultâneo. Bate-me em “não voltas” e em “estás sempre comigo”. Ouço-a muitas vezes na cabeça."

Da Weasel - "Encostei-me Para Trás na Cadeira do Convés"

"Uma fusão extraordinária de Da Weasel e Fernando Pessoa. Como não admirar?"

Todas as segundas sintoniza no site Gerador e descobre as Mesclas aqui.

Fotografia de Adelaide Khaled
gerador-mescla-com-spock-e-sitah-faya