Os portugueses afirmam estar a consumir menos cultura num período marcado por restrições na circulação, de acordo com o estudo Barómetro Gerador Qmetrics, que apresenta hoje os resultados da terceira vaga intermédia de análise sobre a evolução da situação atual da pandemia aos olhos dos portugueses, realizada entre os dias 20 e 29 de outubro. A apresentação com os resultados pode ser descarregada aqui.

Em abril, quando os portugueses foram inquiridos pela primeira vez para este estudo, apenas 20% dos portugueses consideraram estar a consumir menos cultura, desde o início da pandemia, uma percentagem que duplica agora em outubro. No entanto, 49% dos portugueses considera que o seu consumo de cultura se tem mantido ao longo do período de pandemia. 

Quando inquiridos sobre a disponibilidade para participarem em iniciativas culturais, à data de hoje, numa escala de 1 a 10, onde 1 significa nada confortável e 10 muito confortável, os portugueses revelam estar muito desconfortáveis em ir a um festival de música, um concerto, um espetáculo de teatro ou uma discoteca. Apenas o cinema, património, hotéis e restaurantes têm respostas positivas. Desde o final de junho, data da segunda vaga intermédia do estudo, apenas 14,4% foi ao cinema, 12,2% a concertos na rua e 10,2% concertos em salas de espetáculos. 

O otimismo dos portugueses relativamente à pandemia decresceu significativamente em outubro, em comparação com os meses de abril e maio. 

Em outubro 40,8% dos inquiridos disse estar assustado, em comparação com apenas 25,4% nos resultados de junho. Este aumento da preocupação refletiu-se em todas as zonas do país, mas o Interior Norte e o Litoral Centro são as áreas que demonstram estar mais assustadas.

Também no que diz respeito à satisfação dos portugueses com a ação geral do Estado no combate à pandemia, apenas 43,7% afirmaram estar satisfeitos, tendo a confiança decrescido em 10% face a abril. O aumento do descontentamento é mais evidente nas medidas tomadas para as empresas e para o emprego. 

Já no que diz respeito à ação do Estado para com a área da cultura, os inquiridos demonstram cada vez mais insatisfação. Em junho 57% consideravam que o Estado não estava a responder adequadamente a esta crise. Em outubro, no entanto, esta percentagem aumenta para 64%, e apenas 12% considera que o Estado agiu corretamente em relação à dimensão cultural. 

O Barómetro Gerador Qmetrics é um estudo anual que analisa a opinião dos portugueses sobre a cultura. Realizado pela primeira vez em 2019, o âmbito do questionário deste ano incidiu, principalmente, nas consequências da pandemia na sociedade e na cultura. A primeira vaga de análise aconteceu entre abril e maio deste ano, tendo sido já complementada com duas vagas adicionais, uma em junho e outra em outubro, onde foi registada a evolução da situação atual da pandemia aos olhos dos portugueses. O resumo do relatório apresentado em junho, pode ser consultado aqui.

O Gerador é uma plataforma independente de jornalismo, cultura e educação. Mais informação em gerador.eu. 

A Qmetrics é uma consultora, criada em 2000, que tem como principal domínio de atuação a prestação de serviços nas áreas da Qualidade, Satisfação e Lealdade do cliente. Mais informação em qmetrics.pt.

Este estudo está disponível para venda na nossa loja online e, quinzenalmente, publicamos a rubrica Barómetro ao Milímetro, onde podes ler algumas reflexões que têm como base os dados recolhidos ao longo destas várias fases do estudo.

Síntese Ficha Técnica
Universo do estudo é constituído por indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental e Ilhas. A Amostra desta terceira vaga intermédia, com 313 entrevistas validadas, foi estratificada por região, sexo e escalão etário, em Portugal Continental, e por Ilhas, e distribuída em cada estrato de acordo com a repartição da população alvo em cada estrato. As entrevistas foram realizadas de 20 a 29 de outubro de 2020, através de um questionário aplicado online utilizando o método CAWI (Computer Assisted Web Interview). Os resultados são apresentados com um nível de confiança de 95%. A margem de erro para a média na escala 1 a 10 é de 0,43 pontos e a margem de erro para a proporção é de 8,48 pontos percentuais.

Para estares a par de todas as novidades sobre o Barómetro Gerador Qmetrics acompanha o Instagram e Facebook da Academia Gerador.

barómetro-gerador