No dia 21 de setembro, pelas 22h, o Centro Cultural do Morgado, localizado em Arruda dos Vinhos, apresentará a Ópera de Câmara “Tabacaria”, com música de Luís Soldado e encenação de Alexandre Lyra Leite. Consiste numa abordagem contemporânea de um dos mais belos poemas de sempre: “Tabacaria” de Álvaro de Campos, heterónimo de Fernando Pessoa.

“Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte disso, tenho em mim todos os sonhos do Mundo” – enxerto de “Tabacaria”, Álvaro de Campos. Este poema coloca em permanente diálogo duas dimensões que serviram de inspiração para a estruturação da obra musical e das suas estruturas sonoras – diz-nos a descrição do espetáculo. É incontornável a solidão interior do protagonista, lugar de pensamento, introspecção e devaneio. Simultaneamente, há a intrusão do universo exterior, observado através de uma janela para o mundo. As vozes são de Inês Simões (soprano) e de Rui Baeta (barítono); o espetáculo é uma produção da companhia teatral Inestética.

Lê o poema “Tabacaria” integral aqui.

Local: Auditório Municipal, Arruda dos Vinhos

Data e Hora: 21 de setembro, pelas 22h

Preço: 2€ – Bilhetes à venda no Posto de Turismo de Arruda dos Vinhos


Se queres saber mais sobre a agenda da cultura em Portugal, clica aqui.